Instante

30 de Agosto de 2011 Leonardo Koury Acrósticos 773

Não pergunte
O porquê meus olhos
Pararam nos teus.
Nem queiras saber
O porquê neste momento
Tamanho foi o sentimento
Que meu coração,
Até parou de bater.

Até parou de bater.

Não lhe responderia
Mas ao decorrer
Da nossa poesia
Estes dois minutos
Pararam a minha vida
E nos deixaram
Mudos.

E você foi embora.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Uma Tal Pedra há 9 horas

No meio do caminho de muitas famílias, agora tem uma pedra... Tem uma...
a_j_cardiais Poesias 19


Mundo da Gataria há 9 horas

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 35


A história do amor há 10 horas

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 25


AFRO-AMERICANO - Des-História Universal há 10 horas

AFRO-AMERICANO Terra da Liberdade, a Norte-América Tornou republicana ...
ricardoc Sonetos 5


"Primeiro encontro" há 15 horas

Olha, te recordas da primeira vez que eu te vi? não foi só pra me distr...
joaodasneves Mensagens 7


John Owen - Hebreus 1 - Versos 4 e 5 – P3 há 21 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Mensagens 9