Cataram aquelas frutas amarelas...
Ameixas,bananas, e um lindo melão
Rasparam a calda de chocolate fino
Repartiram as ameixas e as bananas
Impacientes deixaram o melão rolar...
Na calçada molhada de mangueira
Hoje só lembro dos bons amigos
Os de infância, das feiras pela manhã
Destes tristes moleques encapetados
E agora longe, indo a hipermercados
Futebol não é mais hábito para eles
Estão crescidos,não tem mais inocência...
Inocência sim,aquilo que se fazia de errado
Remetendo a natureza a culpa das frutas...
Amarelas e arredondadas que rolavam pela calçada...