Partida...

30 de Junho de 2017 Delírios Acrósticos 154

Estou escrevendo esta carta para lhe dizer adeus. Muitas coisas aconteceram e está tão difícil continuar. Não sei se você irá me perdoar; mas agora, só isso me resta. Sinto muito por não ir atrás de você para te dizer o que sinto, mas eu não conseguiria ver seus lindos olhinhos e ficar bem de novo com este adeus. Pensei muito sobre esta partida, e entendi que isso é o melhor a se fazer. Pode ser que você não entenda meus motivos, mas isso o tempo irá te mostrar. Assim eu espero. Estou te deixando hoje, com essa vontade de continuar, mas não dá mais. Nossos caminhos se separaram de uma maneira que eu não consigo nem entender. Foram paus e pedras para todos os lados, e apenas eu saí machucado. As feridas estão abertas ainda, e não é possível tapar buracos com um simples curativo.


Leia também
CONTOS DO ANDARILHO A MULTIPLICIDADE NA UNIDADE. há 1 dia

CONTOS REFLEXIVOS DO ANDARILHO ...
paulocesar Acrósticos 14


A Motivação Correta há 2 dias

“Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porquanto não estais deba...
kuryos Artigos 18


A CALÇADA DE PEDAÇOS DE OUTRAS CALÇADAS há 2 dias

Ele acreditava em seu mundo; seu mundo, também esperava por ele. Ele se...
paiva Poesias 31


Ir, importa mais que a direção. há 2 dias

Vens, ama-me de vez em quando, Ainda quem sem tanto interesse. E assim pe...
elisergio Sonetos 16


A CASA DE BARRO há 3 dias

A CASA DE BARRO Por Roosevelt Vieira Leite A casa de barro de minha cun...
paiva Poesias 39


MULHER-ESPETÁCULO há 3 dias

MULHER-ESPETÁCULO Ela sozinha vale já o ingresso!... Seminua no palco...
ricardoc Sonetos 23