De Bom Tamanho

12 de Outubro de 2013 Paraty Acrósticos 526

Vivo rindo, rompendo a tristeza geral
Sem suas regras e moral, vivo rindo....
Para a noite quintal que se aquarela pelas
Luzes das dançarinas, nos sapatos chiques
Em tons palacianos, vivo rindo...

Da fome estonteante encrustada ao
Arrepio da vontade divina, de feitura
Humana e lapidações anêmicas, vivo rindo....
De soslaio e arcado em meu cansaço, vivo rindo...

Bebendo o mar revolto, um corte na face, uma
Lâmina com vários cortes, vivo rindo ....sorrindo
Só rindo, de mim mesmo, talvez até da dúvida e
Das coxas mancas, torneadas pelas mãos do
Tempo , vivo rindo....
Da solidão e seu tempo, da rua escura e os
Pensamentos, de casas vazias e almas cruas..

Vivo rindo....
Para a moça que dança na beira do rio...
Sorrio.....com alegria
Sorrindo......


Leia também
CIDADE DOS PATOS (cordel infantil) há 9 horas

Vivia na bela cidade dos patos Um velho pato que contava fatos De uma fam...
madalao Infantil 5


"Feliz...dia...de...São João" ... há 16 horas

Quem dera ir mais além, cantar mais alto Sobre esse chão salgado onde na...
joaodasneves Poesias 5


No Vento da Literatura há 17 horas

Gosto da poesia quando chega de surpresa... Pode não ter beleza, mas q...
a_j_cardiais Poesias 30


Bendito Amor Eterno há 2 dias

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 13


"Vendo" há 2 dias

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 9


"Te amo vinho tinto" há 2 dias

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 10