Não importa

22 de Outubro de 2013 Sol Acrósticos 559

Não me importa o que digam

Se os meus olhos chamam pelos teus...

Não me importa o que façam

Se as minhas mãos,

No vazio deixado,

buscam as tuas no adeus

Que ficou sem dizer...

Se pudesse gritaria a tua volta,

Mas estás tão longe

Aonde só o silêncio

Te pode alcançar...

Fico, então, solta nas lembranças,

O que de feliz me deixaste,

Esperando o vulto leve

Que me conduzirá daqui a além

Para que te espere no horizonte,

Divisor de mundos,

Pintado de aurora,

Sem tempo?,??

A sorrir num amanhã.?


Leia também
LUTA ARMADA há 19 horas

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 5


Paz Celestial há 1 dia

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 13


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 2 dias

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 61


Poema Suado há 2 dias

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 50


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 22


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 16