Sem Palavras

22 de Outubro de 2013 Sol Acrósticos 485

Busco na vidraça embaçada

Desenhar o  teu perfil.

As gotas, pelo frio lá fora,

Escorrem, formando rios

Pelas curvas do desenho.

Silêncio é o que escuto

No vazio do vento que passa...

Estou só e na minha solidão,

Acompanhada pela fantasia

De vida que pensei viver,

Procuro um único motivo

Para ainda estar aqui...

Estou  repleta de tua ausência

E esse buraco tira-me o ar,

o som do silenciar,

num sôfrego pulsar em minhas veias...

Se pudesse escolher,

Teria te vivido pelos dias

Para que a noite caísse tranquila...

Não tive opção, não deixaste caminho,

Nem rastro, nem nada:

sem palavras, sem laços, sem passado,

Nada houve num breve sussurrar de existência,

somente eu, num canto da lembrança,

Morrendo pelas dores de uma narrativa vazia

Em que o único personagem

Era apenas uma ficção.


Leia também
Vem me dominar... há 2 horas

Adoro me sentir dominado por você! Sentir-me teu objeto amado,desejado e ...
anjoeros Poesias 7


Seduza-me... há 2 horas

Vem tirar minha toalha, vem me ensaboar por completo, me seduza,engula,de...
anjoeros Poesias 6


Minha satisfação é a tua satisfação há 3 horas

QUISERA PODER LER TUA MENTE...SABER O QUE POSSO FAZER PARA TE SATISFAZER E ...
anjoeros Poesias 6


Doce invasão... há 3 horas

ME DEIXA INVADIR TUA CASA, TUA VIDA! ME DEIXA SER PARTE DE TI... ME DEIX...
anjoeros Poesias 6


# Muitas coisas sobre o tesão... há 3 horas

Todo mundo usa exaustivamente essa expressão que já virou lugar comum: te...
anjoeros Artigos 7


A ARVORE MALIGNA há 3 horas

Durante muitos anos venho me deparando com problemas nas famílias cri...
claviojj Crônicas 7