Os opostos

18 de Novembro de 2013 Hyde Acrósticos 636

"Arranque seus olhos para enxergar a resposta."



"Perca-se, pois assim se encontrará."


.

.

.

-O poeta cego: "Eu enxergo com órbitas vazias a luz
brilhante da mentira.";



-O poeta sem papas: "Eu sinto os dissabores insípidos da
verdade."



-A poetisa surda: "Eu ouço os clamores da igualdade em
júbilo."



-A poetisa submersa: "Eu aspiro as disparidades do espelho
dicotômico."



-O
pequeno poeta descoberto: "Nada sinto, nada vejo, nada ouço, nada aspiro.
A tudo toco, a todos tanjo."


Leia também
CIDADE DOS PATOS (cordel infantil) há 9 horas

Vivia na bela cidade dos patos Um velho pato que contava fatos De uma fam...
madalao Infantil 5


"Feliz...dia...de...São João" ... há 16 horas

Quem dera ir mais além, cantar mais alto Sobre esse chão salgado onde na...
joaodasneves Poesias 5


No Vento da Literatura há 17 horas

Gosto da poesia quando chega de surpresa... Pode não ter beleza, mas q...
a_j_cardiais Poesias 30


Bendito Amor Eterno há 2 dias

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 13


"Vendo" há 2 dias

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 9


"Te amo vinho tinto" há 2 dias

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 10