“Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual se nos tornou, da parte de Deus, sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção,” (I Cor 1.30) Este texto afirma expressamente que Jesus se tornou para os crentes SANTIFICAÇÃO, além de sabedoria, justiça e redenção.O fato de ter se tornado santificação para nós, é, que sendo filiados a Ele, à Sua pessoa como nossa cabeça, o princípio da vida espiritual e santidade nos crentes é dEle derivado; e em virtude de sua união com Ele, que é a fonte real da força e graça espiritual pela qual a sua santidade é preservada, mantida e aumentada, sendo constantemente comunicada a eles. É nisto que consiste toda a diferença entre a graça e a moralidade.A santidade cristã provém da graça e não da moralidade humana. Ela é derivada do Senhor Jesus Cristo, em virtude de nossa união com ele, é é graça evangélica, pois seu resultado é a nossa conformação ao evangelho.