Pernambuco perde em pouco tempo duas ilustres pessoas, pessoas que tiveram sempre o mesmo sonho, tornar o Brasil um lugar melhor, mais digno, mais justo. Ariano criando reinos imaginários que colocavam sempre a linguagem popular em primeiro plano, morreu sem ver o seu sonho se realizar, pois o país continua na mão dos mesmos, de pessoas que só tem um objetivo, crescer seus patrimônios passando por cima de quem se atravessar a sua frente, enganando aqueles que os colocaram no poder, aqueles que lhes deram o direito de decidir por eles, pessoas simples e que são molestadas por pessoas sem escrúpulo algum. Alguém disse "Não desistam do Brasil", pois vamos mudar, mudar revertendo perdas em ganhos, extraindo desta família de Eduardo, uma força que muitos acreditam não existir, nos juntemos a estes seres mortais que nos demonstram a força que a família unida tem. "Brasileiros e brasileiras" como dizia alguém que falava em mudança, passou e não mudou nada, aumentando, junto com os seus o mal estar que paira sobre a nação brasileira.
A hora é agora.