Chamados para Ministrar a Verdade Celestial

20 de Agosto de 2014 Silvio Dutra Artigos 762

Ministros que são genuinamente chamados por Deus ministram acerca de coisas que dizem respeito à vida e à morte eterna.
São chamados para principalmente agirem como embaixadores da parte de Deus para convocar todas as pessoas à salvação que há somente pela fé em Jesus Cristo.
É também seu dever administrar aquelas coisas pelas quais os que creem obtêm crescimento espiritual em santificação do Espírito.
Assim, quem recebe algo da parte daqueles que nomeiam a si mesmos ministros do evangelho, e que na verdade não o são, e coisas estas que se refiram apenas aos interesses relativos à nossa vida secular, será frustrado quanto ao propósito eterno de Deus para a sua vida.
E de igual modo, aqueles que ficam frustrados por não receberem dos verdadeiros e fiéis ministros o que se refira aos seus interesses seculares, e que rejeitam o alimento espiritual genuíno que lhes é oferecido, serão por fim, encontrados alijados daquela vida eterna e abundante que é encontrada somente nas coisas que são espirituais, celestiais e divinas.
Evidentemente, o evangelho responde a muitas necessidades seculares que temos neste mundo, mas não é este o seu supremo propósito, porque o que adianta ganhar o mundo inteiro em troca da perda da nossa alma? O que é mais valioso para ser ganho do que a salvação da nossa alma?
Então se temos tudo e falta isto, na verdade nada temos, porque esta será a condição em que seremos achados, espiritualmente falando, depois da nossa morte.
Agora, àqueles que têm alcançado a salvação da alma é prometido por Deus acrescentar ao seu viver tudo o que for necessário para a sua subsistência material.
Contingentes inumeráveis têm passado ao longo da história da humanidade se esforçando somente pelas riquezas e glórias terrenas, que murcham como a flor da erva, e criam asas para fugir deles ainda em vida, e que com certeza fogem todas na hora da morte.
Tanto esforço e sacrifício em vão, por um objetivo que se desfaz com o tempo, em troca da rejeição do que é duradouro, eterno e de real valor, que nem a ferrugem, a traça e o ladrão consomem.
Assim, pobre e miserável é o ministro que afasta os que lhe seguem da obtenção do verdadeiro tesouro celestial, e que empobrece suas almas por não alimentá-las com a verdade do evangelho.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Comentário dos livros do Velho Testamento:
//livrosbiblia.blogspot.com.br/

Comentário do Novo Testamento:
//livrono.blogspot.com.br/

Mensagens:
//retornoevangelho.blogspot.com.br/

Escatologia (tempo do fim):
//aguardandovj.blogspot.com.br/


Leia também
Lembra? há 8 horas

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 9


Principio há 8 horas

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 8


Viandar há 8 horas

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 7


Fluxo do tempo. há 8 horas

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 10


Sou há 8 horas

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 8


Ame...! há 8 horas

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 6