Mamonas Assassinas foi uma banda brasileira de rock cômico.

O som era uma mistura de punk rock com influências de gêneros populares, tais como forró (Jumento Celestino),
brega (Bois Dont Cry),
além de heavy metal (Débil Metal),
pagode (Lá Vem o Alemão),
Música mexicana (Pelados em Santos),
Rap (Zé Gaguinho),
Reggae (Onon Onon)
e o vira (Vira-Vira).

A carreira da banda, com o nome de Mamonas Assassinas, durou de julho de 1995 até 2 de março de 1996 (pouco mais de 7 meses) e não só a morte de seus integrantes, como também o sucesso destes, foi meteórico e estrondoso.

Com um único álbum de estúdio, Mamonas Assassinas, lançado em junho de 1995, o grupo acarretou a venda de mais de 3 milhões de cópias no Brasil, sendo certificado com Disco de Diamante em 1995, comprovado pela ABPD.

Álbum este, que com letras bem-humoradas, como "Pelados em Santos", "Robocop Gay", "Vira-Vira", "1406" e "Mundo Animal",

os levou ao sucesso estrondoso. Porém, no auge de suas carreiras, os integrantes da banda foram vítimas de um acidente aéreo fatal