Por D. M. Lloyd Jones

“Fortalecei-vos no Senhor e na força do Seu Poder” – Eis aí uma grande ordem dada por este valoroso capitão, o apóstolo Paulo – ordem do dia. Eis aí uma palavra enviada ao exército reunido, tendo o inimigo em posição de ataque. Eis aí a palavra proveniente deste grande líder que, ele próprio, tivera pessoalmente longa experiência de guerra, e que, como tantas vezes ele nos faz lembrar, tinha a seu cuidado todas as igrejas, e tinha visto em primeira mão as maquinações do maligno contra o povo de Deus. Eis aí a grande ordem do dia – “Fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder”. Agarrem-se a isso,não esqueçam. No calor e no grosso da batalha mais tarde no dia, aconteça o que acontecer, jamais esqueçam, jamais percam de vista este grande princípio norteador e determinante.

Pergunto: o que é que significa, e como podemos praticá-lo? É uma frase retumbante; lê-la, repeti-la, não basta. Gostamos de cantar as palavras do hino “Vistamos a armadura do evangelho”. Mas, que significa na prática?

O cristianismo não é uma forma de psicologia. Você não vai simplesmente pelo caminho dizendo: “Fortalecei-vos no Senhor...”, usando a frase como uma espécie de encantamento, ou auto-sugestão, repetindo-a para si mesmo. Isso não é cristianismo, absolutamente! Caracteriza as seitas, é claro; é o método psicológico. Você se persuade a si mesmo, e pensa cada vez menos em sua saúde e, e por conseguinte, começa a sentir-se melhor. Até certo ponto funciona, entretanto só até certo ponto. Mas não é a mensagem cristã. Corremos o risco de abusar das Escrituras desta maneira. Usamo-las meramente com frases dessa maneira, ou cantamos nossos hinos despreocupadamente, e nos sentimos melhor por algum tempo. Todavia, a questão é: como resistimos às tentações quando estamos na rua, e como somos em casa? Quando você faz das Escrituras uma pílula, algo que lhe dá alívio temporário sem saber por que ou como, o efeito não dura. Dá-lhe uma temporária sensação de euforia, mas falha quando você está na luta e no calor da batalha.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Comentário dos livros do Velho Testamento:
http://livrosbiblia.blogspot.com.br/

Comentário do Novo Testamento:
http://livrono.blogspot.com.br/

Mensagens:
http://retornoevangelho.blogspot.com.br/

Escatologia (tempo do fim):
http://aguardandovj.blogspot.com.br/