A Chegada da Tribulação

14 de Setembro de 2017 Pr CJJacinto Artigos 245

A Hora da Tentação que há de Vir Sobre Todo o Mundo
(Apocalipse 3:10)


Deus nunca poupou uma geração incrédula que se rebela contra a sua bondade. Há um processo de decadência que culmina em juízo sempre. Há uma medida de iniquidade que quando transborda, traz o juízo. Assim foi na época de Noé, assim foi com Sodoma e Gomorra, assim foi durante o cerco de Jerusalém no ano 70, assim tem sido sempre. Há uma lei inexorável, de natureza permanente: tudo o que o homem semear, isso também ele colherá. Nossa geração vomita a iniquidade depois que come do próprio pecado, estão enchendo a medida do cálice das abominações, como no antigo testamento, a medida da injustiça dos amorreus estava se enchendo (Gênesis 15:16) Assim Cristo também advertia os fariseus hipócritas sobre suas ações malignas "Enchei vós pois, a medida de vossos pais"(Mateus 23:32). Cristo fala da grande provação que virá sobre este mundo. No original a palavra grega peirasai, denota um teste, uma prova, e é bem possível que esteja associada com o sermão profético do Salvador que fala sobre uma grande tribulação, a qual nunca houve sobre esse mundo (Mateus 24:21) essa sociedade passará por uma trituração, o sistema corrompido quer viver independente de Deus, então abrirá as portas para o anticristo. O diabo tomará por um breve tempo, um controle aterrador sobre esse mundo. A pecaminosidade é uma "consagração" ao diabo. Satanás aceita os sacrifícios subjetivos, rotulados pela ciência de aborto, eutanásia etc. As rotulações conseguem despistar o verdadeiros intentos do homem e do diabo também. O mundo rejeita Cristo, é inimigo de Cristo, então sofrerá a amargura de sua escolha involuntária ou não.
Virá a aflição sobre este mundo, as comportas das trevas se abrirão, os abismos soltarão as ânsias de iniquidade, o inferno marcará toda uma geração com seus mais tenebrosos terrores, e porque? porque há uma escolha, e o mundo já escolheu, rejeitou a Deus quando Cristo , o Filho unigênito foi crucificado.
O cerne da questão é que a nossa sociedade, mesmo nos parâmetros da religião leva essa marca distinta: "desobedientes a verdade e obedientes a iniquidade"(Romanos 2:8) A secularização do sagrado e a incredulidade institucional são dois braços que trabalham para erguer o império humanista. O homem acredita ser o centro, e sua opinião passa ser a luz pelo qual ele deve trilhar nos passos existenciais. Há um fundamento espiritual perene, toda a transgressão do sagrado é uma afronta a Deus, toda desobediência a lei de Deus é uma desonra a Ele (Romanos 2:23) E a hora da provação virá. Satanás usará seus tentáculos e afligirá o mundo, e a rebelião do mundo será o sustento do espirito de iniquidade. No fundo do coração, h´aquele lampejo de fé que morre com as circunstancias. O veneno do ceticismo não consegue aniquilar essa faísca no coração humano, mas consegue o diabo desviar. Não vejo outra explicação para tentar entender porque certos homens cultos rejeitam completamente a existência de Deus, porque acreditam não existir evidencias para isso e ao mesmo tempo aguardam a chegada de alienígenas de outros planetas, pelo qual nunca há qualquer certeza de que haja de fato um planeta habitado em nosso universo.
A perda do senso do sagrado e a sua diminuição aplicada a família, casamento, a vida e a moral gera uma sociedade de relativistas fracassados, tais tornam-se "Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus, pela ignorância que ha neles, pela dureza do coração"(Efesios 4:18) A remoção dos marcos que estabeleceram a família tradicional, a inversão dos valores éticos fundamentais e a perda de liberdade de crença e expressão estão minando as bases da verdadeira democracia. O curso maligno desse mundo é sorver seu próprio cálice de abominações, quanto mais perversa for as ações de uma civilização, maior será a condenação que sofrerá. Sua queda e o juízo virá e a hora da tentação que cairá sobre esse mundo, os servos da corrupção serão desafiados a sustentarem o inferno que atraíram por suas obras más. Se a semeadura foi prazerosa por causa do vil pecado, o sofrimento agonizante do juízo será o fruto amargo de terão que comer. Mas deixe-me dizer, haverá uns poucos que ainda sustentarão a fé santíssima, são os guardiães da sã doutrina, aqueles que ainda guardaram a palavra da paciência do nosso Deus "Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam a terra"(Apocalipse 3:10) aqueles que brilham com a glória do verdadeiro evangelho, estarão seguros, não amaram as suas vida até a morte, o resplendor do sacrifício perfeito de Cristo é o sustento da verdadeira esperança, estaremos seguros "Porque sobre toda a glória haverá proteção"(Isaias 4:5)

Clavio J. Jacinto


Leia também
"Estou triste" há 2 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 4


"Estou cá a matutar" há 2 horas

Esses dias ando meio triste muito confuso, ando a querer isolar-me, f...
joaodasneves Pensamentos 4


A Humildade nos Cai Bem há 7 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 8


Fuga da Inspiração há 8 horas

Preciso terminar um poema que comecei numa empolgação danada... Dep...
a_j_cardiais Poesias 39


Um Dilema há 9 horas

Estou aqui reclamando da minha "vidinha", enquanto tem alguém por aí que...
a_j_cardiais Poesias 38


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 6 há 11 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 15