Sem estar sob o poder do Espírito Santo e da comunhão com ele, a alma se encontra em um estado ruim, com o qual não pode viver de modo agradável a Deus. É pelo lavar regenerador (novo nascimento) e renovador (enchimento constante) do Espírito Santo que a alma é capacitada a amar com o amor de Deus, a ter paz, a se alegrar no Senhor, e ser purificada de todo o peso e pecado, e livrada de temores, ansiedades, iras, angústias, e também ser revestida de tudo o que é o oposto ao mal, principalmente na prática do bem, no prazer de ter comunhão com Deus e com os santos etc.
Uma vez obtido tal estado bom da alma, este deve ser mantido, e para isto se faz necessário que se tenha toda a vigilância contra o pecado, mortificando-o em seus primeiros movimentos de cobiça, e que se exercite a mente para discernir o precioso do que é vil, e recorrer pela oração incessante a Deus, sobretudo para receber poder e sabedoria para vencer o mal e praticar o bem, e segundo uma constante meditação da Palavra de Deus.