DE MENDIGO A DEPENDENTE.

11 de Maio de 2018 Pr CJJacinto Artigos 52



João Batista é um modelo ideal de um discípulo radical, Seu estilo de vida, sua pregação e o modo como confrontava o pecado é digno de imitação, sua declaração mais sublime foi: "o homem não pode receber coisa alguma se não for lhe dada do céu"(João 3:27) isso é excepcionalmente radical, pois anula a auto-suficiência humanista e dissolve a nevoa venenosa e poluída do orgulho humano. Aqui é reduzido ao pó toda a crença do merecimento humano, é um golpe fatal no mérito pessoal, e a graça divina brilha sobre a completa dependência do homem piedoso. A dadiva e o dom perfeito vem de Deus (Tiago 1:17) mas não justo nenhum sequer ( Romanos 3:10 ) então não há quem mereça, pois todos se desviaram (Salmos 14:3 ) Porque nascem pecadores (Salmos 51:5) não há espaço para tolices na fé cristã. Homem algum pode ordenar algo á Deus, nenhum homem pode decretar nada, exigir nada, essas bobagens religiosas, são abominações furtivas que se alimentam da superstição humana. Somos ensinados de forma tão clara: "Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu"(Mateus 6:10). Quando o Batista fala que é do céu que vem nossas posses espirituais e nossos benefícios gerais, não há como escapar da realidade da bendita graça e da infinita misericórdia de Deus(Lamentações 3:22) sem elas, o homem come do pó amargo de seus pecados e é ceifado para ser conduzido ao fogo eterno por causa de suas inclinações malignas.(Efesios 2:8 e 9)É o céu, que socorre o homem falido, tira o pobre pecador do lodo do pecado com seu cheiro asco, para receber uma lavagem expiatória pelo sangue de Cristo que foi dado por nós(João 3;16) pata que um redimido venha tornar-se o bom perfume de Cristo ( II Corintios 2:15 ) Nada recebe o homem de bom, se do céu não for lhe dado, e Deus por sua grande bondade nos dá perdão, esperança, salvação, reconciliação, vida eterna e tudo de graça, porque o homem não pode comprar nada, não pode adquirir por si mesmo, coisa alguma e muito menos pode exigir algo dos céus. O homem também não pode nada que perdure por algum tempo, suas mãos estão espiritualmente sujas e poluem todas as boas obras, seu coração é poluído e mancha todas as intenções, e só no clamor de Paulo que grita sufocado "Miserável homem que sou" (Romanos 7:24)que o Senhor ouve essa dor profunda da alma e socorre o homem desesperado, porque de outra forma, o homem não pode receber nada, se não lhe for dada do céu. A cristo que lhe foi dado a salvação, a vida que lhe foi dada por um sopro divino, a sustentabilidade da existência terrena que lhe é dada pela providencia divina, os céus e todas as estruturas se mentem em ordem para sustentar a vida do homem na terra. Não há motivo para orgulho e nem auto-estima, o lugar mais seguro para um coração sábio é confiar perpetuamente em Deus, porque Ele ainda continua a dar dadivas, pelo seu amor e não por causa de nossos méritos. (Clavio J. Jacinto)

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
VÊNUS VETUSTA há 1 hora

VÊNUS VETUSTA O Tempo tudo nos muda, Deteriora, envelhece... Nunca a ...
ricardoc Acrósticos 5


SÓ PARA DIZER BOM DIA. há 6 horas

Fiz ao nascer da alva, Sob a luz que o sol irradia, Estes versos vindos d...
madalao Poesias 7


DEIXA-ME NO TEU VENTRE há 6 horas

Deixa-me, no teu ventre, eu ficar, Neste ninho de amor tão quentinho. L...
madalao Poesias 7


Equação do Amor há 2 dias

Corre pra mim... Talvez eu ainda não saiba o que é o amor; Não tenha ...
a_j_cardiais Poesias 52


Qual é a Nossa Parte? há 2 dias

O conceito arminiano de que devemos fazer a nossa parte para que Deus pos...
kuryos Artigos 12


"Lagrimas" há 2 dias

Um silêncio triste e profundo Uma lágrima caiu Na tarde fria, e escura ...
joaodasneves Poesias 12