Desde criança,eu sempre dei valor aos meus pais,sabia que se não obecesse iria levar um xingamento,ou a força excessiva de forma truculenta da agressão física de meus pais;porém serviu de lição a quem hoje eu sou nos meus quase 19 anos. 

Hoje,a lei não permite agressão física,não permite "uma boa correção em nós filhos"a qual merecemos devido aos nossos atos indevidos que nossos pais acreditam estar  errado.Eu antes pensava tudo isso que acontecia comigo  fosse um absurdo,pensava em fugir de casa,pensava em retrucar em bater no meu próprio pai e pegar a chinela de couro da minha mãe e bater nela,porém estava sempre errado. 

Quantas vezes vemos a nossa geração comandando a quem merece respeito,carinho e atenção aos nossos pais,mesmo quando não admitimos nossos erros nas quais querem nos ajudar e não somos capazes de enxergar.

 Não sabia que essa "tal forma truculenta"como muitos pensam a  quem obteve(assim como eu) na qual podia ser dita correções ativas ou seja,"uma correção bem dada"além é claro de uma boa conversa o porque que eu estava levando esse pequeno ato que fizeste e que tinha desagradado aos nossos reis(porque nossos pais não deixam de serem reis e rainhas pois merecem tudo aquilo que ainda não formamos,ou seja,princípios e o nosso caráter). 

Sinto saudades desses corretivos,mas queria que a maturidade que hoje eu tenho fosse repassada colega para colega ,não tendo violência atrás de violência como anda ocorrendo nos grandes centros urbanos. 

Falta de diálogo nunca me faltou,falta de incentivo também não,obtive cada objeto graças ao meu suor,porque estava aprendendo uma lição a qual meus pais eu tenho orgulho de  ter aprendido "cada gota de suor que hoje você teve filho,no futuro valerá a pena,porque a vida é mais dura que você pensa",achava tudo aquilo uma bobagem,mas,hoje percebo e digo para meu ego e para meus pensamentos "não é que eles estavam certos?"

 Com a maturidade necessária e os recursos que hoje tenho não foi conquista fácil,foi tudo o que a sociedade tenta aprender mais não consegue e o que a filosofia tenta empregar para a minha geração e a pais que ainda não tiveram maturidade necessária para"abolir  probleminhas e a grande quantidade de mentiras que nós fazemos quando aprendemos os príncipios básicos que deveriam ser valorizados na qual a sociedade não vê:caráter,respeito,princípios.Valores que na qual esquecem ou esqueceram de praticar por falta de vontade,por falta de conhecimento,ou mesmo porque a lei DO BRASIL NÃO PERMITE FAZER!Agressão física jamais!Agora nós podemos bater em nossos pais?

 Podemos dizer que somos privilegiados,porque os pais não terão controle sobre os filhos que tem(na formação desses princípios básicos que a geração dos velhos tempos obtiveram),e os que terão daqui pra frente.

 Os princípios vem dentro de casa,se os pais não tem controle filhos serão levados pela escola da vida,eles vão ter que endireitar "na marra",formando pessoas que irão vadiar sem destino algum sem ir para um rumo que faça sentido da sua própria vida.

 Recordo-me desses pequenas lições que aprendi,chorando como se fosse ontem,pois estas mesmas me fizeram um homem que poucos tem e muitos invejam:TER CARÁTER DE ASSUMIR SUAS PRÓPRIAS RESPONSABILIDADES E NÃO JULGAR O PRÓXIMO COMO NUM TODO!

 Aos que foram ensinados assim como eu,aprender a lidar o ser humano sem hipocrisia,sem falta de caráter com o próximo,com amor no coração,com lições que seus pais te daram desde sempre,a subsequencia de sua vida será com com certeza sensacional,um futuro digno a quem mereceu pelos atos desde infancia,entre correções e amor de seus pais,por isso dê valor aos nossos pais.