Nós Humildemente Batemos à Porta da Misericórdia

03 de Junho de 2014 Silvio Dutra Artigos 526

"Todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo de imundícia; todos nós murchamos como uma folha, e as nossas iniquidades nos levam para longe como o vento." (Isaías 64:6)Pai  Santo, Deus Todo-Poderoso, nós sentimos nossa fraqueza, nossa ignorância, nossas corrupções profundas. Nós humildemente batemos à porta da misericórdia . Olha para nós com terno amor -  por amor de Jesus. Inclina os teus ouvidos e concede-nos o Teu sorriso.Somos cegos - seja a nossa luz.Somos ignorantes - seja a nossa sabedoria.Estamos mergulhados no egoísmo – arranca o nosso ego de nós.No senso profundo de nossa culpa - nós fugimos para o refúgio do lado ferido de Jesus! Seja misericordioso, tem piedade de nós, a nossa única esperança está em Tua misericórdia infalível.Nossos pecados sobem mais alto do que os céus - mas Teus méritos em nosso favor superam o próprio céu dos céus!Nossa injustiça nos lançaria no inferno - mas a Tua gloriosa justiça nos exalta ao Teu trono celestial!Todas as coisas nos chamam para nossa condenação - mas todas as coisas em Ti demandam o nosso perdão.Apelamos, então, ao Teu trono de perfeita justiça - ao Teu trono de graça sem limites!Bendito Jesus, nós nos escondemos na certeza da cobertura da Tua ira – tuas chagas apaziguadoras!Concede-nos ouvir a Tua voz assegurando-nos, que por Tuas pisaduras fomos sarados; que foste moído pelas nossas iniquidades; que foste feito pecado por nós, para que possamos ter a tua justiça divina; e que todas as nossas iniquidades vis e cruéis são perdoadas e sepultadas no oceano do Teu sangue – que oculta o pecado!Somos culpados - mas perdoados!Somos perdidos em nós mesmos - mas  totalmente salvos por Ti!Capacita-nos a nos agarrarmos firmemente à Tua cruz - assim como  procuramos agora segurança e repouso sob Teu abrigo expiatório!Que venham inundações de graça sustentadora de Teu tesouro inesgotável, para enriquecer as nossas pobres e cansadas almas.Se os inimigos nos abordarem, aviva os nossos passos para fugirmos para as feridas de Jesus como o nosso seguro refúgio! Abrigados na arca da segurança, podemos deixar de tremer em todos os alarmes.Que Tu, nosso Bom Pastor, nos leve este dia aos pastos verdejantes da Tua Palavra refrigerante, e leva-nos a repousar nas margens dos rios de Teus confortos divinos.Estas orações humildemente oferecemos em nome de Jesus Cristo, confiando apenas em seus méritos salvíficos. Amém. Texto de Henry Law, traduzido por Silvio Dutra.


Leia também
LUTA ARMADA há 20 horas

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 5


Paz Celestial há 1 dia

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 13


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 2 dias

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 61


Poema Suado há 2 dias

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 50


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 22


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 16