Sobre o autor

16 de Abril de 2014 Pierre Souza e Lima Biografias 615

Como a gente consegue levar uma vida boa nesse mundão ?

Fico perdido entre o que quero e o que realmente faço, andar em círculos é minha rotina, sempre sentado nessa cadeira, passando noites e noites em claro fazendo planos e traçando metas que nunca se cumprem. 

Vejo como a vida tem sido dura para com meus parentes e amigos, mas mesmo assim eles se mostram tão confiantes e fortes, sempre conseguindo levar a vida de um modo a se realizarem, ou até pior do que a mim. 

Não consigo sair do lugar, tudo que consigo é afastar quem eu amo dos meus braços, com atitudes imaturas e não pensadas, já fiz tantas coisas ruins comigo mesmo e com os outros, que acho que se tornou parte desse meu ser.

Queria viver em um mundo totalmente diferente desse, gostaria de céus estrelados todas as noites e todos que amo juntos, sentados rindo da vida. Mas o que consigo é apenas superficial, momentâneo e passageiro. 

Que tipo de futuro me espera com um passado tão pútrido e um presente que me escapa dos dedos todas as noites quando me deito ?

Quero traçar novas metas, novos rumos, me dispor a escrever um novo roteiro para esse drama que tem sido viver, mas não é fácil, preciso de ajuda, mas ninguém se dispõe a ajudar, mesmo sendo verdadeiras minhas atitudes boas, raras mas boas.  

Faço do meu travesseiro uma caixa de desejos todas as noites, e da minha cama uma terapia que me acalma, mas quando o sol nasce está tudo do mesmo jeito. 

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Minha essência é a eternidade. há menos de 1 hora

Manhã cinza dia tão estranho e ruim, Paira no ar uma sensação de fraca...
elisergio Sonetos 4


LAMPEJOS há 1 hora

LAMPEJOS Eu pouco a pouco volto à realidade. Ao acordar, lamento antes...
ricardoc Sonetos 4


Deixe Esse Amor Crescer há 16 horas

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 32


Ás palavras não são mais meu legado. há 17 horas

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 7


Não há o que comemorar. há 17 horas

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 6


A vida depois daqui! há 17 horas

Ver que a morte não é o fim, é o início! Disse-me com amor chamando de...
elisergio Sonetos 6