Não queria que fosse amor, sério! Poderia ser amizade, admiração, um gostar simples. Amar é complexo. Na verdade, o amor é muito complexo, dói demais, feri demais, traz lembranças demais. É demasiado demais pra mim. No final só ficam as cicatrizes, o coração costurado, cheio dos remendos encomendados. A saudade vem insuportavelmente, as lembranças inesquecivelmente e a dor inflamavelmente.