Laço

16 de Agosto de 2011 Jeff V. Pavanin Cartas 974

Obs: Resposta à carta "Avenida"

30 de Abril de 2010 - Sfax, Tunísia

Amada Lily,

Você não faz idéia do que eu senti ao ler sua carta. Quando meu assistente deixou as correspondências do dia em minha mesa, pensei que encontraria somente mais um monte de contas para pagar, documentos bancários e burocracias sem sentido. Não. Havia uma carta endereçada a mim e escrita por Lilian Brooks. Ao ler seu nome no papel amarelado, uma onda de ansiedade tomou todo meu corpo. Acabei sentindo – redobrado – tudo o que eu havia reprimido durante os três anos que fiquei sem você. Foi como se a caixinha que guardava meus sentimentos estivesse implodido. Isso tudo se deu só pelo fato de eu me deparar com o seu nome novamente.

Quando nos separamos, naquela mesma avenida, pensei em como seria o futuro, em como eu poderia viver sem você ao meu lado. Os passeios no parque, as noites passadas em claro e todas as nossas vivências afetivas iriam se dar por encerradas. Imagine minha angústia ao perceber essa realidade. Consegue se lembrar de como eu fiquei estarrecido em somente imaginar o fato de você querer sair com outras pessoas e me esquecer? Você não se lembra. Eu tenho certeza de que não. Suas ações precipitadas e impulsivas terminaram com o que poderia ter se tornado o mais feliz dos relacionamentos. O suporte que eu te oferecia, as palavras que eu te dizia, toda essa atenção do mundo que lhe era oferecida, poderia ser mais bem oferecida por nenhum outro homem. Digo isto não por pretensão ou orgulho, Lily, mas porque eu via em seus olhos a satisfação de ter um ombro amigo. E isso eu também era e gostava de ser.

Por outro lado, você me oferecia tudo o que eu sempre desejei: Atenção, amizade, sinceridade, lealdade, compaixão, criatividade, beleza, suavidade... Eu poderia ficar aqui listando suas virtudes até o sol despontar amanhã de manhã. Ainda guardo o laço vermelho que você usava no cabelo quando fazíamos aqueles piqueniques no parque, nos domingos. Lembra-se? Éramos tão felizes e nem sabíamos! Guardo-o dentro do livro que você me deu de aniversário. Meu livro favorito. Reprimi todos os meus sentimentos e guardei-os naquela caixinha imaginária, que agora se abriu. Esperei por esses três anos alguma notícia sua, e finalmente a recebi. Não sabe o quanto estou feliz!

Sinto pela sua amnésia parcial, Lily. Muito. Infelizmente meus planos aqui na Tunísia me impediram de manter qualquer contato com sua família aí na cidade, e por isto não fiquei sabendo do ocorrido. Mas saiba que se antes eu tivesse tomado consciência de tais fatos, não pensaria duas vezes em deixar tudo aqui e transferir toda a minha atenção para você novamente. Devido a isso, pretendo me redimir de todos e quaisquer erros que cometi enquanto estávamos juntos e também no período em que ficamos separados. Na semana que vem estarei em seu país a negócios, mas deixarei todos os meus problemas de lado só para poder te ver novamente. Saiba que ainda te amo, e sempre te amarei. Por três anos não consegui engatar um relacionamento sequer, por sempre pensar em você.

Espero que tenhamos alguma chance de reconciliação, pois quero, além de ter de volta todas as qualidades que valorizo em você, oferecer as minhas novamente. Amo-te, Lilian Brooks.

Em busca da felicidade,
Chase Mayfield

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 1 hora

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 6


ETERNAL (rondó) há 14 horas

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 6


Sintomático há 20 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 40


"Minha humilde casinha" há 3 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 21


Se Poema For Oração há 3 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 81


"Bailei com a solidão" há 3 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 17