O jornal inglês Guardian fez uma seleção das 10 melhores cartas de amor da história.

Duas delas são particularmente famosas:

a do escritor Oscar Wilde, cuja paixão pelo Lorde Alfred Douglas causou sua ruína pública e prisão.

Uma carta é a do rei Henrique VIII para Ana Bolena, nobre francesa.

O amor dos dois causou a criação da Igreja Anglicana.

O rei já era casado com a espanhola Catarina de Aragão e ao saber que o papa não anularia seu casamento, rompeu com a Igreja Católica.

Na carta, escrita no rodapé do Livro das Horas , o rei escreve para a sua amada na página que mostra um homem em sofrimento.

Henrique pede para que a sua amante o não esqueça em suas orações e se mostra apaixonado.