Tarde demais

20 de Setembro de 2012 Jey Leonardo Cartas 1024

É irrefutável esse desejo de ter você. Todas as noites eu me enrubesço junto aos cobertores e um coração vazio vai se apoderando em meu ser.
Só basta ouvir um minucioso ruído que lembre teu nome, que meu sangue explode dentro das veias, queimando feito lava.
Mas até quando esse sentimento vai me consumir?
Provavelmente até você sugar tudo de especial que tenho a te oferecer, até você usurpar minha sanidade e estripar minhas vísceras.
Eu não sou só composto de objetos, musicalidade, dinheiro, inteligência ou quaisquer outras coisas ditas "valiosas". Eu sou feito de amor e para amar.
E mesmo estando encarcerado a todas essas amarras passionais, chega um momento que é necessário agir. Libertar-se.
Cansei de ter uma vida baseada nas dúvidas e nos "se".
A pele de cordeiro desintegrou-se.
De hoje em diante, aprenda a conviver com quem integralmente sou.
Foi-se um pesadelo. Renasce a realidade.


Leia também
Amor de Primavera há menos de 1 hora

Morena, quando tu flores, o verbo em ti, primavera, seguirá o caminho do...
a_j_cardiais Poesias 31


CICATRIZES há 5 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 4


" Amar é" há 16 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 9


PAU DE FITAS há 20 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 8


Falta de Amor ao Próximo há 1 dia

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 45


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 1 dia

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8