Abstinência

26 de Outubro de 2012 Doug Mota Cartas 928

Conversas rápidas à distância já não são suficientes para abolir minha saudade. Preciso da tua presença, do teu olhar, do teu perfume, da tua voz… A rotina maçante e cansativa ganha valor incalculável só por estares presente nela. És a minha recompensa pelo dia de luta, minha luz neste mundo que jaz no breu.

Torno-me outra pessoa ao teu redor, um homem sem preocupações e anseios nasce. Porém, minha força se desfaz em fragmentos solúveis na despedida. Minha motivação se vai, ao mesmo tempo em que a ansiedade para o próximo dia surge com força total. É impossível abster-me mentalmente da tua figura por mais de dez minutos. É um vício e não é saudável.

Esta paixão se transformou em doença e tu és a medicação, mas, infelizmente, ainda a recebo em doses insuficientes. Por mais que tenha aumentado o nosso tempo de convívio diário, ainda quero mais. Quero viver mais próximo a ti, quero ir a lugares e fazer coisas apenas contigo. Por favor, não me troque por ninguém. Ciúmes são mais letais do que esse próprio amor obsessivo.

És o meu tesouro e é meu dever zelar por bem tão precioso. Perco o sono pensando em teus problemas, que absorvi e agora também são meus. Tua ausência por dias seguidos me enlouquece. Não sei se o que sinto é recíproco ou se é fruto da minha imaginação, uma voz otimista diz que também não tens coragem de se abrir. Queria eu ter ousadia para dizer-te tudo isso, mas não posso pôr em risco nossa amizade. Se o universo quiser que se concretize, estarei em eterna espera.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
A Humildade nos Cai Bem há 3 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 7


Fuga da Inspiração há 4 horas

Preciso terminar um poema que comecei numa empolgação danada... Dep...
a_j_cardiais Poesias 39


Um Dilema há 5 horas

Estou aqui reclamando da minha "vidinha", enquanto tem alguém por aí que...
a_j_cardiais Poesias 37


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 6 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 12


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 5 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 9


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 4 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 10