Carta a um sonhador

17 de Janeiro de 2013 M.Aurélio Cartas 1680

Eu sou sério, hilário.
Não eu sou bem mais. Eu sou o teu passado piso em teu presente e traço o teu futuro.
Você não é nada, suas palavras não valem nada diante de minhas atitudes.
Tua critica é minha propulsão, tua inveja é minha glória.
Eu entrarei em teus sonhos. Para ser mais cruel eu não te deixarei dormir.
Pois sou a chama que queimará a tua alma, e os teus pés serão amarrados com os meus cabelos.
Eu sou a lágrima de sangue que corre na face de um anjo.
Sou o grito de perdão que ecoa da boca de um demônio .
O rio na direção do mar!
Mar vazio, rio obscuro, abocanham-se um ao outro.
Se merecem.
Eu mereço mais, mereço os teus sonhos, e tuas desculpas não serão bem vindas.
Talvez eu chore!
Se eu chorar você vai sorrir, e se você sorrir eu ganho a tua alma.
Por isso eu vou chorar.
Mas onde estão minhas lágrimas?
Então eu vou sorrir. E se eu sorrir você vai chorar.
As tuas lágrimas matam minha sede, sede de amor, sede de vingança.
Chore! Chore e me peça perdão por ter me olhado nos olhos, olhos sagrados, olhos divinos,
demoníacos e obscenos.
Meus olhos lacrimejam.
Já posso chorar e o teu sorriso foi proibido.
Então, perdi a tua alma?
A estrada passa em frente ao meu castelo e você passará por ela.
Irei ao teu encontro e te ofertarei o meu passado.
Há! O meu passado, com milhares de anjos que te levarão para a perdição.
Eu sou a tua mãe e o teu pior inimigo.
Eu sou o teu deus e o demônio que te persegue.
Eu sou as pegadas na parede.
Sou o lamento de um ancião.
Pegue em minha mão, pois o teu futuro acaba agora e eu me apossei dos teus sonhos.
Viverás do meu passado.
Parabéns!

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Poema Rosa Para um Dia de Sol há 7 horas

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 32


Poema Suado há 7 horas

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 28


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 10 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 7


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 10 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 8


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 1 há 10 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 6


""Ser deficiente, não é o final"" há 1 dia

Nos somos todos iguais, E ao mesmo tempo diferentes, Somos todos normais,...
joaodasneves Poesias 13