Saudades

30 de Agosto de 2013 Trors Cartas 908

Não basta a tristeza que há em mim, a chuva só faz tudo ter um ar mais dramático. Dentro de casa apenas observo o vidro embaçado da janela. Meus olhos fitam o céu a sua procura. Estás tão longe, quando serás que volta? Sinto falta do calor dos seus olhos enquanto fitam o meu. Aqueles olhos cor de fogo, parece que a duas chamas me olhando enquanto os fito, um pouco envergonhado. Coisa que nunca fui capaz de sentir na vida.
Sinto falta do seu riso, doce e sonoro como os pássaros cantando durante uma manhã de primavera. Sinto saudades de você me chamar de chato. Mas não se esqueça, sou apenas teu chato.
Saudades do teu beijo tímido, mas intenso de um jeito que só pertence a ti. E da ternura dos seus lábios e da maciez do mesmo. Sinto saudades do seu, tão meu, sorriso.
Saudades de você e tudo que seja relacionado a você, mas eu sinto saudades principalmente de nós.
Volte logo. Volte logo para o teu chato.


Leia também
REMEXENDO OS GUARDADOS há 11 horas

Entre as páginas amareladas Dum velho romance de amor Guardei a carta pe...
madalao Poesias 11


CLAMOR ( rondel) há 11 horas

Justiça! Vivo clamando aos quatro ventos. Silêncio! Porque resposta eu n...
madalao Rondel 5


OH HOMEM! (rondel) há 11 horas

Oh homem! Teus calores me agitam, E meu corpo fica em estado convulsivo. ...
madalao Poesias 7


E AGORA? (rondel) há 11 horas

E agora? Que podemos fazer? Remediar é coisa que não adianta. O mal f...
madalao Rondel 7


CORPOS UNIDOS há 11 horas

E me puseste no teu leito, Com cuidados de amante perfeito. De desejos mi...
madalao Poesias 7


Defensoria há 23 horas

Estou como os advogados: procurando brechas, nas leis do sistema, para d...
a_j_cardiais Poesias 40