Olá! Confesso que estas são as palavras mas difíceis de escrever , apesar da escrita ser para todos , nem todos se familiarizam com elas , uns voam quando leem outros quando escrevem , uns vivem o que os outros escrevem e outros sonham em escrever o que vivem , porem a arte de fazer se sonhar , sentir se voar e de viver o que as palavras dizem não e tão difícil quanto ser aceito através de conceitos e ponto de vistas , a principio do mercado no qual a obra e julgada antes mesmo de se ser divulgada , depois da aprovação diante dos padrões expostos e impostos e principalmente do anonimato.
As editoras que deveriam ser fabrica de sonhos se transformam em sonhos diante das obras , pois a sensação de construir um livro , um bom livro não e tão sensacional quanto este livro ser aceito. Me perdoe se assim eu descrevo, embora minha opinião não faça parte dessa equipe, mas minhas palavras poderiam fazer , quem sabe um dia um gênio se canse do tradicionalismo e amplie seus conhecimentos ou que talvez já esteja cansado e a equipe nem tenha notado , e de as assas que foram podadas o direito de crescer novamente , como o primeiro livro a ter sido publicado e transforme a palavra editora tão simples quanto a forma que se escreve(EDITORA) , talvez eu tenha a oportunidade de expressar meus pensamentos ,dando a eles uma liberdade ilimitada para as assas na qual já mas foram podadas e nem nunca será , porque a arte de quem escreve , a arte de um escritor , profissional ao amador seja ele quem for já mas limitasse diante de uma editora na qual a obra e quem a faz existir e não a editora e quem a faz ser uma obra , pois o dom não se faz , ele por si só já nasce como prova da obra mas prima que possa existir , cujo sua forma , só pode ser vista e lida através da escrita. Em fim Eu ando a procura de uma porta , na qual eu possa entrar sem ser convidada , de livre espontânea vontade , que eu seja aceita sem ser julgada antes mesmo de ser notada , onde meu anonimato seja irrelevante diante do que eu possa oferecer , uma poesia? não sei , artigos? Talvez , uma autobiografia? Quem sabe! , de qualquer forma obrigado por esta tendo ao menos a oportunidade de escrever aqui.