Quando eu te fiz rir, eu me vi com um propósito para todo o sempre, que era ver de novo aquele sorriso todos os dias da minha vida. Foi uma história bonita. Éramos dois seres se parasitando. Eu havia deixado de existir há muito tempo e você logo em seguida e disso surgiu algo muito além de somente nossa soma, surgiu um nós que era maior que qualquer coisa no mundo – acreditei. Seu perfume hora ou outra eu sinto por ai. Quando isso acontece, as pessoas devem me achar um louco, porque eu dou um giro de 360° pra confirmar se você está por perto, e lamento ao saber a resposta. E quase sempre eu me deparo com uma situação que se remete a você, a nós. Talvez não a vejamos em livros por ai, nem veremos atores contracenando nossa vida, mas foi uma boa história, quase perfeita se você tivesse aprendido a me amar.