Coração Pocket (Dias de reflexão )

05 de Junho de 2014 Edson veloso Cartas 508

Eu estive olhando minhas fotos. Há nelas um sorriso que não é meu. Um sorriso não verdadeiro. Antes eu sabia o motivo de sorrir, mas hoje eu sorrio por obrigação, - aprendi- pra ninguém vir me perguntar. – Ei, amigo, o que foi? E eu ter que responder - Ta vendo esse buraco aqui no meio do meu peito, irmão? Já existiu um coração, mas foi deixado tão deplorável que eu preferi guardá-lo em meu bolso, e fico com ele com a unica finalidade de me manter vivo. É que às vezes ele aqui – colocaria a mão no buraco do meu peito - é mais vulnerável... E pra passar o tempo, de vez em quando eu o coloco de volta, só pra sentir de novo... Só pra eu me lembrar e não me desacostumar de como era, e nessas aventuras, acabo preferindo tê-lo no bolso mesmo

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Amor de Primavera há 2 horas

Morena, quando tu flores, o verbo em ti, primavera, seguirá o caminho do...
a_j_cardiais Poesias 31


CICATRIZES há 7 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 4


" Amar é" há 17 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 10


PAU DE FITAS há 22 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 8


Falta de Amor ao Próximo há 1 dia

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 45


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 1 dia

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8