ONTEM

19 de Agosto de 2011 Abreu Contos 932

– Acorda filhinho! Quanta preguiça... Esqueceu que hoje é sábado?

Mal digeri as recomendações de mainha, saio esbaforido, o café ainda quente mal acomodado no estômago, por entre pedaços de pão sacolejando, e em poucos minutos já estamos a cela jogando, mais três amigos na roda, o pião sempre a girar, desenrolado da fieira, a se botar, expulsando imponente, quem encontre pela frente.

E assim ficamos a brincar, no pátio daquele velho prédio escolar, ao largo a feira repleta de gente, o povo a comprar tudo o que encontra pela frente, cavalos pra lá e pra cá, um mundo colorido e diferente debaixo daquele sol quente, onde nunca vi ninguém se incomodar.

Passados pouco mais de duas horas e já estamos grudados na bola de gude, biroca logo traçada, olho inquieto a brilhar, refletido no verde da bolinha que bem arremessada, faz o azul da outra se apagar.

Depois de cumprida um muito de toda obrigação, almoço bem engolido, e já sem o risco de qualquer indigestão, corro pra praça e sorriso estampado nos olhos, viajo nas lindas arraias, o céu colorindo, todas ao brilho do sol se perseguindo, a tentar cortar no cerol.

É hora do baba, doze jogando, atropelando uma bola nervosa e arisca, eu no meio me amontoando, enquanto na sombra ao lado, meia dúzia espremidos e torcendo, ansiando a esperar, sua merecida vez de jogar.

Enfim, o sol se escondeu, recolhendo toda a meninada, e com o anseio estampado na cara, cá estou na cama deitado, nessa noite mal iluminada, e com os olhinhos revirando, relembro cada momento do que se passou, a imaginar o domingo chegando, traquinagens fico tramando... Boa noite galera! O sono finalmente chegou...

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Janela Para o Amor há 1 hora

Abra sua janela para o Amor... Não o amor de um só. O Amor de um sol, ...
a_j_cardiais Poesias 23


Desconstruções há 1 hora

Minha vida muitas vezes fica tão distante dos meus poemas... Quando as c...
a_j_cardiais Poesias 21


"Amiga cadeirante" há 1 hora

Vi alguém que me fez chorar, Enquanto eu passeava a beirinha mar, Ela ar...
joaodasneves Homenagens 5


"A felicidade és tu" há 2 horas

Nada mais bonito Que olhar as estrelas E ver-te a Ti Sentir a brisa da n...
joaodasneves Poesias 5


"Adoraria" há 9 horas

Eu adoraria mesmo era saber! Se realmente não sentes mesmo nada? Se não...
joaodasneves Poesias 8


"Teolenny" há 20 horas

Tu um dia foste meu amor. Eu te amei como nunca tinha amado. Onde juntos ...
joaodasneves Acrósticos 6