Descobertas Adolescentes-Cap-44:

17 de Julho de 2014 guilherme Contos 763

Parte 1:

Tres dias se passaram da noite de grandes revelações na casa de Pedro, dos acontecimentos tragicos na casa de Rafael, do ataque de Mariana a Carol, da tentativa de prender JP.

HOSPITAL

Pedro foi fazer uma coisa que ate então ainda nao tinha feito, foi no hospital visitar a mãe, que estava doente e internada a tempo.

Pedro: oi mãe.

Marlene: Filho?.. pensei que nunca viria me visitar.

Pedro: eu soube atraves do doutor que a senhora esta morrendo.

Marlene: é verdade, filho, eu preciso te dizer uma coisa, sobre seu pai.

Pedro viou para a janela.

Pedro: eu já sei, sei que tenho irmãos.

Marlne: como, como voce sabe?

Pedro: escutei uma conversa de voces dois quando era pequeno.

Marlene: lamento te dizer isso agora.

Pedro se virou para a mãe.

Pedro: tudo bem mamãe. Eu sei o que tenho que fazer.

ESCOLA

Ricardo estava entrando na escola com Tonia quando encontrou-se com Fernando, era a primeira vez depois daquele dia, não tinha saido desde então da casa de tonia.

Ricardo e Tonia: oi Nando.

Fernando: oi Ricardo, como vai?

Ricardo: tentando superar o fato de eu ser irmao daquele la

Fernando: é dificil para mim ser Primo, imagino voce.

Tonia: Maicon já lhe falou?

Fernando: sim, e é perdoavel, afinal Pedro ainda tem uma copia da midia.

Ricardo: voce fez tudo aquilo para nada.

Fernando: sim.

O sinal tocou. Entraram cada um para sua sala.

RESIDENCIA FAMILIA BRANDÃO

Gabriel estava na casa de Rafael, seus olhos estavam inchados. Rafael conversava com Marta e Daniel.

Rafael: que bom, que conseguirmos um local para fazer reuniões do grupo de apoio.

Marta: sim filho, e eu e seu pai estavamos pensando, que poderiamos receber pais tambem, que tentam lidar com isso.

Rafael: claro mãe, agora se me der licença. Encontro voces na inauguração.

Rafael acenou com a cabeça para gabriel. Marta e Daniel sairam.

Rafael: gabi como voce esta?

Gabriel: é dificil lidar com isso, mas não tem escolha.

Rafael: eu sinto muito Gabi, sinto mesmo. Mas tudo vai ficar bem.

Gabriel: e o Igor?

Rafael: soube que ele esta  internado numa clinica, esta completamente louco. Vamos deixar essa conversa horrivel para lá. Voce vai na inauguraçaõ do grupo?

Gabriel: sim, acho que da tempo.

Gabriel voltou a chorar e abraçou Rafael.

RESIDENCIA FAMILIA BRATHO

Henrique e Mauricio estavam em casa. Henrique estava completamente preocupado.

Mauricio: calma amor, ele vai aparacer

Henrique: Tres dias Mauricio, tres dias que ele sumiu e não da noticias. To ficando preocupado.

Mauricio tentava controlar o namorado. Mauricio estava estranho.

ESCOLA DE FELIPE E GUSTAVO

Felipe e Gustavo chegaram a escola de mãos dadas, resolveram se assumir publicamente na escola, como sonhará um dia.

Menino: eles dois estao namorando?

Menina: sim.

Felipe e Gustavo ouviam os murmurios das pessoas, mas não ligavam estavam felizes. Quando o sinal da ultima aula tocou e foram guardar os pertences no armario que agora dividiam, tinha uma palavra escrita de vermelho: GAYS

Felipe olhou para Gustavo.

---------------------

MEIO-DIA

---------------------

Na saida da escola, Tonia estava esperando Ricardo para irem para casa.

Ricardo: amor, va na frente, vou passar em casa, aproveitar que minha mãe não esta lá, para pegar umas roupas, depois eu sigo para lá, esta bem?

Tonia: ok. Te espero.

Tonia seguiu o caminho, ao chegar em casa, encontrou Plinio na porta o esperando.

Tonia: Plinio?

Plinio: Tonia, preciso falar com voce.

Os dois entram na casa de Tonia.

Tonia: o que houve?

Plinio: adiei o maximo ter quer te dizer isso, mas não da mais, voce precisa voltar comigo para São Paulo.

Tonia: por que?

Plinio: sua mãe, ela esta morrendo.

Tonia: o que?

AEROPORTO

Felipe e Gustavo sairam da escola e foram direto para o aeroporto, chegando lá encontraram Thiago e Matheus prontos para embarcarem.

Thiago: nosso voo já vai sair, pensei que não chegariam a tempo.

Felipe: desculpem, tive quer fazer uma coisa.

Sorriram e se abraçaram.

Gustavo: não acredito que estão indo embora, vou sentir saudades de voces.

Thiago: tambem, mas, vamos morar juntos. Viver felizes.

Matheus: sim, esperamos muito tempo.

Chamaram o voo.

Thiago: Tchau gente, amo voces.

Matheus: foi muito bom te conheçer.

Thiago e Matheus deram um ultimo abraço em Lipe e Gustavo e partiram.

---------------------------

TARDE

----------------------------

Rafael, Gabriel, Guilherme, Marta, Daniel e algumas pessoas estavam em volta de um predio branco e largo, com uma fita vermelha na frente da porta.

Rafael: declaro aberto agora o nosso centro de apoio a homossexuais e pais.

Bateram palmas e rafael cortou a fita. Varias pessoas apertaram suas mãos. Gabriel permanecia triste.

Rafael: Pai, mãe. Voces ficam aqui? Preciso acompanhar o Gabriel.

Daniel: sim filho.

Rafael: vamos?

Gabriel balancou a cabeça positivamente.

RESIDENCIA FAMILIA BRATHO

Henrique havia saido para ver se encontrava Léo em algum lugar. Mauricio ficou em casa, entrou no quarto de Léo. Pegou uma das drogas de Léo e injeriu.

Mauricio: é a ultima vez.

Mauricio se sentou na cama.

RESIDENCIA DE MAICON

Maicon estava quieto em sua casa, observava a Midia rolar sobre seus dedos.

Maicon: preciso guardar.

Maicon pegou a mochila onde tinha colocado as provas contra Pedro e colocou a midia junto.

BOATE

Theo e Blenda estavam ensaiando, quando perceberam a chegada de um rapaz, alto, loiro, magro.

Theo: posso ajudar?

Matt: ah oi, me chamo Matt, sou o novo DJ

Theo e Matt se olharam.

CLINICA

Os irmãos de Igor estavam correndo em direção ao irmão, que estava separados dele por uma tela de vidro, o olhar de Igor estava longe nao reconhecia os irmãos.

HOSPITAL

Gabriel e rafael mantinham distancia do hospital, estavam escondidos.

Gabriel: a qualquer momento ele vai sair, e eu não poderei estar ao seu lado.

Rafael: calma amigo.

Rafael percebeu as lagrimas caindo dos olhos de Gabriel, quando viu Miguel sair do hospital na cadeira de rodas, sendo empurrado pela mãe.

Gabriel: meu deus.

Gabriel chorou ainda mais. Miguel o viu, mas não podia levantar, correr ate ele. Nem pedir aos pais para fazer isso. Os olhos dos dois se bateram na distancia.

QUARTO DO HOSPITAL

Pedro estava no quarto ainda com a mãe, ficará a manha toda. Um medico estava entrando.

Pedro: então doutor, vai fazer o que eu pedir?

Doutor: sim, mas que isso não saia entre a gente.

Pedro: claro que sim.

Marlene: do que estão falando filho?

Pedro se aproximou da mãe.

Pedro: preciso me vingar mãe, para isso preciso de dinheiro, muito, sou maior de idade agora, tendo voce morta, herdo tudo.

Parte 2:

Marlene: o que? Filho?

Marlene começou a se agitar. O Doutor aproximou e aplicou algo nela. Marlene olhou para o filho.

Marlene: voce é um monstro.

Pedro: um Monstro rico, lamento mãe.

Pedro saiu do quarto, Marlene estava já morta. Pedro saiu do Hospital e pegou o celular.

Pedro: onde esta?

???: Já fiz o que me pediu, estou na sua casa.

Pedro: ok.

RESIDENCIA DE TONiA

Ricardo entrou na casa de tonia, mas ela não estava mais lá.

Ricardo: tonia?

Ricardo não ouviu nada, em cima da cama estava o celular de Tonia, havia uma gravação. Tonia falava nela.

Tonia: Ricardo, err... me desculpe tive quer partir, mas em breve eu volto, me espera. Eu te amo.

Ricardo teve quer ouvir duas vezes, mas não acreditou, como assim Tonia fugiu?. Ricardo explodiu em um grito.

MESES DEPOIS

A moto cortava a rua como um jato, ele dava cavalos de pau, estava diferente do normal, seu corpo estava mais forte, roupas de motoqueiro fora da maneira que sempre se vestirá. Chegou ao seu destino na casa de Pedro.

Pedro: demorou.

???: Fiz o possivel.

Os olhos dele estava olhando todos que estavam presentes na sala. Havia um garoto estanho que ele ainda nao tinha conheçido. Ali tambem, estavam Mariana e Deise. Ele mesmo havia recrutado as duas para o grupo de Pedro.

Pedro: o JP não pode vim, estar de serviço para mim. Esse é o Fred, liguei para ele tres dias depois daquela noite de revelações e pedir para ele vim para cá. Mariana e Deise voce já conheçe.

Mariana: oi

???: oi

Pedro: então vamos começar a festa ?

Ricardo: sim irmão

Continua.....


Leia também
Lembra? há 1 dia

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 13


Principio há 1 dia

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 10


Viandar há 1 dia

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 10


Fluxo do tempo. há 1 dia

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 11


Sou há 1 dia

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 10


Ame...! há 1 dia

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 8