Lobo branco - pt 8 - Pegadas na neve

05 de Agosto de 2014 Abimaleh Kayron Contos 1034

A neve cai lentamente sobre a floresta, os dois rapazes caminham pela floresta, lagrimas escorrem do rosto dos dois, cabisbaixos eles seguem caminhando, enquanto suas pegadas são apagadas gentilmente pelos flocos de neve.- Para onde vamos Gerrard? - diz Jean enxugando o rosto com as costas das mãos.- Para o norte, para alem da floresta omega.- O que ha la? - questiona Jean.- O reino de Geri, la teremos abrigo. - Responde Gerrard.Os dois voltaram ao silencio anterior e continuaram a caminhada, não muito longe dali, três seres sombrios farejavam a entrada da caverna pela qual os dois tinham saído.- As pegadas foram apagadas, mas ainda podemos seguir o rastro.- São dois Henry.- Sim, daremos conta e logo levaremos duas cabeças ao lorde Gevaudan. - diz Henry sorridente.A noite toda caminharam pela floresta, sempre em direção ao norte.As luzes de um novo dia começaram a raiar, e os dois estavam jogados na neve exaustos, os rostos avermelhados pelas lagrimas.Gerrard abre os olhos e vê a claridade invadir suas pupilas.- Jean, Jean acorde, temos que continuar. - Diz Gerrard sacudindo Jean.Jean se ergue, e começam novamente a caminhar.- Estamos perto do fim da floresta. - Diz Gerrard"Que bom que nada aconteceu, essa floresta costuma ser traiçoeira" pensa Gerrard.Eles caminharam mais alguns metros, ja podia enxergar o fim da floresta quando três vultos passam rapidamente por eles parando na frente da dupla.- Pra onde os pombinhos vão? - Diz mostrando as garras longas o zoantropo Henry.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Lembra? há 2 dias

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 21


Principio há 2 dias

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 13


Viandar há 2 dias

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 11


Fluxo do tempo. há 2 dias

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 14


Sou há 2 dias

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 12


Ame...! há 2 dias

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 11