Mico da minha cunhadinha -3

08 de Agosto de 2014 professor Contos 867

Outro Mico da minha cunhadinha

Minha cunhadinha me contou mais este mico que relato a vocês:

Como ela gosta muito de balada , ela e suas amigas foram num sábado à noite na Rua Augusta,  entre uns drinques e outros, ela ficou com 5 meninos e dois deles Marcos e Vinicius,  pediram  o número do seu celular. Minha cunhadinha deu e continuou a curtir a noite como todos os jovens de sua idade fazem.

Noutro dia toca o telefone e a minha cunhadinha toda eufórica ,atende e uma voz meiga diz:

-Oooi minha linda, minha deusa ?

Ela diz:-Quem está falando?

-Como já esqueceu, não se lembra mais de mim,fiquei com você na balada no sábado!

-Nossa ! é você Vinicius,nossa gostei muito de você ,seu beijo foi o melhor, você dá de 10 a zero nos outros meninos.

-Caraca.... que Vinicius p....nenhuma ,olha  garota foi um erro ter te ligado se soubesse que tipo de pessoa você é, nem tinha perdido meu tempo com você!!!!

 Pá.... bateu o telefone!

Minha cunhadinha disse :

 -Este foi outro de muitos Micos que passei ,nunca mais Marcos, garoto lindo que toda menina disputa, quis conversar mais comigo !!!!!

Dancei !!!!!!



Leia também
O CAMELO QUE DECLAMA NO ZOOLÓGICO DE RECIFE há 2 horas

O poeta quando escreve seu trabalho inspirado faz a narração dos fato...
carlosale Cordel 6


A madrugada… há 12 horas

A madrugada e eu temos um romance a longo prazo… Nos entendemos e nos cu...
anjoeros Poesias 14


Vou tatuar a tua boca... há 12 horas

Quero tatuar na tua boca Meu beijo mais safado, mas também apaixonado, ...
anjoeros Poesias 8


Quero te pegar para mim...Capítulo 3 há 12 horas

Capítulo 3: Eu te quero pra mim e não vou abrir mão... Toco a campain...
anjoeros Prosa Poética 9


Quero te pegar para mim...Capítulo 2 há 12 horas

Capítulo 2: A expectativa mata... Meio dia. Nossa, nem acreditei quando...
anjoeros Prosa Poética 7


Quero te pegar para mim...Capítulo 1 há 12 horas

Capítulo 1: Decisão tomada, arrependimentos posteriores... Mais uma no...
anjoeros Prosa Poética 9