Lobo branco - pt 10 - Superando as lagrimas

11 de Agosto de 2014 Abimaleh Kayron Contos 769

Jean é agora um monstro enorme com a forma de um lobo negro, enlouquecido e prestes a atacar seu amigo Gerrard.

- Jean, acorda cara, sou eu Gerrard - diz o amigo tentando despertar Jean, enquanto esse continua caminhando lentamente na sua direção, os olhos amarelos brilhantes tomam um tom quase avermelhado pela fúria que invade o coração de Jean pela morte do único ser que aceitou ajuda-lo.

Hulm foi o único que tentou explicar a Jean o que ele realmente era, e antes mesmo que pudesse solucionar todo o mistério por trás de por que ele ser assim foi morto por Gevaudan.

Gerrard se transforma e corre na direção contraria a de Jean, e ele urra furiosamente e o persegue correndo em quatro patas.

As arvores passam por eles enquanto os dois correm, a floresta então termina dando lugar a uma vasta planície, Gerrard pensa poder cansa-lo, porem Jean não demonstra sinais de cansaço.

- Droga Jean, por que você não acorda - diz Gerrard quase desesperado pela situação do amigo - Não tem jeito vou ter que tirar você dessa na porrada.

Gerrard para de uma vez e se vira desferindo um soco violento no focinho de Jean, o soco faz com que Jean vire o rosto e o corpo acompanha o movimento, mas isso somente para deslocar as garras ate a face de Gerrard, o atingindo com fúria fazendo-o girar pela relva da planície.

- Merda - fala Gerrard levando a mão à face, e percebendo que o sangue corria em filetes entre seus dedos - Isso vai ser difícil, vou ter que levar a serio dessa vez, perdoe-me Jean.

Um urro sai da boca de Gerrard, e esse rasga pela primeira vez a camisa com o crescimento abrupto dos músculos, um corre na direção do outro e o choque dos dois produz um som alto como a queda de uma arvore imensa no solo, entre dentadas e socos, uma briga violenta entre os dois ocorre.

- Vamos acorda Jean, o velho nos deu uma missão, não podemos perder tempo nisso, o que Hulm diria se nos visse nesse situação ridícula - tenta argumentar Gerrard enquanto desfere golpes em Jean.

O nome de Hulm desperta algo dentro do jovem Jean, o coração bate diferente como se recobrasse a consciência, um soco de Gerrard o leva ao solo, "ele se distraiu somente ou despertou" pensa Gerrard.

A pelagem muda de tom, agora assume uma coloração cinza, ele se ergue ante aos olhos atônitos de Gerrard. "Jean não mais esta fora de controle, ele dominou a fera dentro de si?" se questiona internamente o garoto Gerrard.

No entanto lágrimas correm pelo rosto do lobo cinzento que Jean acabara de se tornar e ele diz:

- Temos trabalho a fazer Gerrard - ele enxuga as lágrimas com as costas da pata esquerda e continua - Devemos isso aos velhos, vamos.

Eles correm novamente em direção ao norte, Jean não superou a morte de Hulm, porem decidiu fazer algo mais construtivo com essa dor, lutar para vingar a morte do único que confiou nele, os dois zoantropos correm pela relva da planície que antecede o reino de Geri, um com forma de lobo negro e outro cinza, o que estará por trás dessa mudança de cor de Jean, quem sabe o líder do clã do norte possa responder às questões que vagam pela mente desses garotos.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Meu café há 2 horas

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 6


Ao pé do ouvido há 2 horas

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 8


Poesia viva há 2 horas

AMO VOCÊ,MINHA POESIA VIVA... TRAZES NO CORPO AS ESCRITAS DA VIDA OS MOM...
anjoeros Poesias 7


Só pra te aguardar... há 2 horas

QUISERA PODER LER TUA MENTE... SABER O QUE POSSO FAZER PARA TE SATISFAZER ...
anjoeros Poesias 6


A dor fazia lembrar. há 13 horas

Eu lhe atribui tudo de muito vil... No mais absoluto reflexo e pensar. P...
elisergio Sonetos 20


Meu sonho de mulher há 15 horas

Você é o meu sonho de mulher meu pensamento que se tornou realidade.. C...
anjoeros Poesias 10