Conhecia cada uma delas profundamente: era íntimo da escuridão. Sorriu de maneira ininteligível ao lavar mais um prato quebrado — seu passatempo favorito enquanto refletia sobre vidas e cacos que ficam pelo caminho. Respirou fundo. Depois, quase entalou com o ar — de novo.

Uma epifania..!

Sentia-se excepcionalmente seguro a respeito de suas falhas.





- - -
www.homensqueamam.blogger.com.br
msalgadosp@gmail.com