A caverna

17 de Janeiro de 2012 Cássio de Sousa Contos 1058

É meia noite na floresta. E diante de uma caverna estão: Mateus, Lucas e Rodolfo. Ouviram eles dizer pela boca do povo que dentro da caverna havia ouros e diamantes. Agora eles estão lá, olhando uns para os outros, dando e recebendo coragem. Então eles entram, e em seguida gritos horríveis se ouvem, e só um deles volta.
Rodolfo tem ouros nas mãos, chega em casa contente e espalha pela vizinhança que de fato na caverna há ouros e diamantes. Muitos acreditam, muitos vão até lá, mas sempre um é que voltava. Eram milhares naquele vilarejo, agora só restam cento e dois, e destes, apenas três não foram a floresta ainda. Estes são: Neto, Marcos e Filipe, que vendo os demais sendo ricos, cobiçam e vão até lá.
Vão pela manhã, contudo alguns dos que restaram falam para eles que somente a meia noite, milagrosamente os ouros e diamantes aparecem. No entanto, eles entram na floresta, mesmo sendo de dia, pois são medrosos. Encontram a caverna e adentram nela. Mas não encontram nada, nem ouro, e nem diamantes. Decepcionam-se e concordam com os demais,que somente a meia noite há ouros e diamantes.
A meia noite chega e eles vão. Andam naquela floresta escura, ficam com bastante medo, caminham e chegam até o objetivo: a caverna.
Olham uns para os outros, e os três mesmo com medo entram. Chegam eles no interior da caverna,e um demônio os mata. O demônio se transforma num deles, neste caso em Filipe, e foi se juntar aos demais.
Os cem demônios se reúnem, e cada um vão para um vilarejo, pregar que na floresta há uma caverna, e que na caverna há ouros e diamantes.


Leia também
Sintomático há menos de 1 hora

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 25


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 2 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 65


"Bailei com a solidão" há 2 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 15


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 30


Perseverar Até o Fim – Parte 2 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 13