Casa do diabo

17 de Janeiro de 2012 Cássio de Sousa Contos 1197

Seu Constâncio estar desaparecido a um mês. Alberto seu filho o procura por todo quanto é lugar mais não o encontra.
Foi até a casa de seu pai e chegando lá observa que o cavalo de seu pai dava coices sem parar para o norte. Admirado com aquilo tenta descobrir o motivo dos coices. Vai para sua casa e conclui que o cavalo sabia onde estava seu pai. Então ele monta em seu cavalo e segue para o norte. Cavalgando de repente seu cavalo o derruba e foge, mais Alberto acreditando na possibilidade de encontrar seu velho pai continua seu caminho, e caminhando avista uma casa antiga e abandonada. Vai até ela e entra.
Quando entra cai ao chão, e ao se levantar ver seu corpo no chão e o de seu pai também. Fica com bastante medo. O demônio aparece e diz que vai buscar o filho dele, Gustavo.
-Meu filho não!-Fala desesperado Alberto.
O demônio sai e Alberto o segue. Chegando na fazenda de Alberto, o demônio faz com que o cavalo de Alberto(aquele que havia fugido) dê coices em direção à casa que fica ao norte.
Alberto ver seu filho observando a loucura do cavalo, e Gustavo supersticioso como seu pai, monta em seu cavalo e segue em direção ao norte. Alberto tenta salvar seu filho da cilada do demônio e grita para Gustavo parar, mais Gustavo não o escuta. Então Alberto se coloca na frente do cavalo que se espanta e derruba Gustavo, e foge. Mais Gustavo não desiste, quer encontrar seu pai que estar desaparecido a um mês. Alberto ver seu filho encontrando a casa e entrando nela. Alberto se ajoelha e chora. O demônio pega Alberto e crucifica-o no quintal da casa onde seu pai também se encontra. Na cruz fica se lamentando por não ter conseguido salvar seu querido filho. E seu Constâncio ouvindo os lamentos do filho fala que passou um mês se lamentando também por não ter conseguido salva-lo. Alberto escuta a voz do pai e chora de emoção.
Um mês passa e Alberto ver Gustavo saindo após o demônio. Percebe que estar indo em direção a fazenda. Alberto pergunta a seu pai:
-Pai olha o Gustavo! Para onde ele estar indo?
-Estar indo tentar salvar o filho dele, seu neto e meu bisneto. Mais assim como nós, ambos acabarão aqui.


Leia também
ACONTECIMENTOS há 6 horas

ACONTECIMENTOS Em face das recentes desventuras, Que tenho atravessado...
ricardoc Sonetos 9


Cultivando Observações 2 há 15 horas

Vivo colhendo frutos, que a sociedade não se importa. Minha vida é uma ...
a_j_cardiais Poesias 26


Conflito Interno há 15 horas

Está tudo aí para eu escolher sobre o que escrever... Existe um vazio d...
a_j_cardiais Acrósticos 24


Grito Escandaloso há 15 horas

Tirem o martelo do meu caminho... Meu juízo é perfeito apesar do defeit...
a_j_cardiais Acrósticos 27


Bom dia! há 16 horas

"Um bom dia ajuda a motivar a vida das pessoas e acima de tudo, um bom dia ...
anjoeros Artigos 8


Tudo o que agora me desfaz. há 18 horas

Cheio de um pleno vazio sobrenatural! Uma saudade não tida em outros carn...
elisergio Sonetos 11