A menina do bosque

30 de Junho de 2011 Pause Contos 1440

Estava tudo tranqüilo , tudo como deveria ser . Todos falavam com ele como se fosse o cara mais importante do país , talvez do mundo . Os caras que passavam cumprimentavam e as meninas olhavam como se ele fosse o Brad Pitt .
Ele ia de um lugar para o outro num piscar de olhos e sempre era a mesma coisa . Esteve na praia no mais rigoroso verão e as mulheres quase sem roupas olhavam como se ele fosse um sorvete , ou um cartão de crédito ilimitado . Também esteve na cidade com um frio de rachar e as mulheres olhavam como se ele fosse uma banheira quente ou um cartão de crédito ilimitado .
Aquele era o seu universo , não podia ser diferente .
Mas de repente , a cidade se esvazia como se tivesse sido evacuada totalmente , até o frio se vai , e na praia também , nada nem calor nem vento , quanto menos as mulheres que o olhavam e os caras que o cumprimentavam , todos sumiram , sem explicação nenhuma .
Ele não sabe o que está acontecendo , como poderia ter havido algo desse tipo , todos sumirem e nem avisaram , ninguém , silêncio total .
Durante muito tempo ele caminhou sem rumo , e nada , ninguém . Até que ele vê um movimento num trailer perto de um bosque , mais que de pressa ele vai ver quem era , não aguentava mais aquela solidão , entrou no bosque , via um movimento na sua frente e corria o quanto podia para alcançalo , mas não tinha como , era muito rápido ,ele parou no meio do bosque , era escuro e frio , sim agora ele sentia frio e também escutava o barulho do vento nas árvores , um barulho que o gelava até o canto mais fundo e quente da sua alma .
Ele viu que o que se mexia na sua frente tinha parado e foi ver o que era . Se aproximou e viu uma garotinha de costas para ele , olhando para uma árvore imensa e sombria bem no meio do bosque , ele fica impressionado com a grandeza da árvore e se esquece da menina , mas logo se aproxima dela e pergunta se estava tudo bem . Ela não falava nada , não se movia , ele foi até ela e perguntou de novo se estava tudo bem , então ela se virou .
Foi a coisa mais assustadora que ele já tinha visto , o rosto da menina era completamente desfigurado , não tinha nariz nem boca e seus olhos eram dois furos que pareciam não ter fim .
Ele ficou paralisado durante algum tempo até que voltou a si quando sentiu um tapa na cara , era a menina que tinha o atingido com um tapa , mas nunca um tapa tinha doido tanto , ele botou a mão no rosto e sentiu que estava sangrando , e seu medo aumentou violentamente quando viu a mão da menina que tinha apenas 3 dedos que mais pareciam gravetos com garras imensas . Ele não acreditava no que via e quando a menina veio pra sima dele ele saiu correndo o mais rápido que podia , tentava gritar mas sua voz não saia era como se não tivesse garganta , e corria mas era como se não saísse do lugar .
Ele estava desesperado , seu rosto doia e suas pernas também . Seu coração quase parou quando se escondeu atraz de uma árvore e viu que a menina estava lá , na mesmo árvore , como se já soubesse onde ele iria se esconder . Ele tentou correr mas suas pernas não faziam nada além de dar passos curtos para traz , ele olhava no rosto deformado da menina que não tinha boca mas ele sabia que ela estava sorrindo . Ele andava pra , traz e a menina em sua direção , em passos lentos , como um leão andando rumo a sua presa , analisando cada pedaço de carne do seu corpo , escolhendo qual o melhor lugar para dar o primeiro bote .
Ele não aguentava mais aquele momento , já andara uns 10 metros olhando para aquela criatura que ele sabia que estava adorando aquele momento , até que ele trupica num galho e cai , no mesmo instante a criatura voa em cima dele e quando ele sente suas garras entrando em seu corpo , de repente ele acorda . Completamente inssopado de suor ele olha no relógio que marca 03:00 da madrugada .
Não muito afim mas sem outra opção ele volta para cama , pra mais uma aventura no mundo dos sonhos .

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Estou triste" há 4 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 7


"Estou cá a matutar" há 4 horas

Esses dias ando meio triste muito confuso, ando a querer isolar-me, f...
joaodasneves Pensamentos 4


A Humildade nos Cai Bem há 9 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 8


Fuga da Inspiração há 10 horas

Preciso terminar um poema que comecei numa empolgação danada... Dep...
a_j_cardiais Poesias 39


Um Dilema há 11 horas

Estou aqui reclamando da minha "vidinha", enquanto tem alguém por aí que...
a_j_cardiais Poesias 38


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 6 há 14 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 16