O Escuro da noite - Parte IV

17 de Agosto de 2013 FKarvalho Contos 837

Transtorno Dissociativo
(Destruição – Parte 4)

"Sou meu próprio líder: ando em círculos
Me equilibro entre dias e noites
Minha vida toda espera algo de mim
Meio-sorriso, meia-lua, toda tarde"

Legião Urbana - A montanha mágica
video://migre.me/fJdkt


Eu estou tendo esses sonhos, esses lapsos eu me distancio de tudo e de todos por alguns segundos e como eu fosse sugado para um lugar sombrio e escuro eu tenho medo de contar pra alguém as minhas visões e tudo muito macabro eu não estou louco não quero preocupar ninguém, eu não gosto de incomodar. Todas noites desde que eu sai do hospital eu acordo suado e cansado e a Dani passou uma barra comigo esses meses a ultima coisa que eu quero e incomodá-la. Ela também tem uma vida e eu não quero ser um peso para ninguém eu sonho com a mesma garota e da mesma forma ela morrendo em meus braços e há um ser, uma entidade que surge e que desperta em mim uma angustia me dizendo o que fazer. Ela tenta me persuadir com sua vontades mas eu não aceito e isso me causa dor; como disse acordo suado, tremulo, como se estivesse la é extremamente quente o ambiente e as minhas mãos queimam quando saio desse transe ou o que for que seja.
-Thiago você sofreu um trauma uma perda e isso te gerou um transtorno Dissociativo o seu inconsciente bloqueou qualquer lembrança referente ao trauma.
– ele analisava a cada palavra que eu dizia eu sabia que tinha algo de errado comigo depois de ter visto Tersália pela ultima vez os impulsos começaram a aumentar cada vez mais. eu temo em dizer o que ele me ordenou fazer arrancar o coração de Maria Eduarda com certeza isso e um impulso assassino de um psicopata clássico. Ai sim todos teriam motivo para se preocupar! Percebi que a influencia da escuridão estava me dominando por que durante horas do dia eu imagina como fazer o que ela havia me ordenado. Precisava de ajuda ou de drogas pesadas prefiro um estado letárgico do que machucar alguém.
- A idéia Thiago e forçar sua memória bloqueada emergir, o nosso corpo ele não foi feito para omitir a verdade é fato quando dizemos que a verdade é libertadora você suprimiu os seus sentimentos isso fez você ter essas alucinações aposto que em vários momentos do seu dia você se encontra febril isso é uma resposta do corpo. Você precisa se lembrar e todos os sintomas sumirão - Dizia o doutor enquanto anotava na prancheta.
- Thiago Helena e uma lembrança real ou Ilusória?, e a sua tentativa de suicídio ? é uma lembrança suprimida, durante anos seguimos o mesmo caminho e sei que falhei com você, mas nada me levaria a acreditar ao rumo que tudo tomou. Helena e muito importante para você e me sinto culpado pelo fim que se seguiu. Você precisa lembrar!
- Você apenas a bloqueou mas com o tempo e a terapia correta nos vamos fazer com que as coisa voltem ao normal.
- eu sei que a coisas escondidas e que não quero lembrar mas não tenho certeza se devo lembrar. é tudo nublado, escuro e sombrio.
- É da natureza do seu estado eu vo passar alguns exames neurológicos para você enquanto isso vou te passar uma medicação para que pelo menos você possa dormir tranqüilo.
- obrigado Doutor Lopes.
- E qualquer coisa você tem meus telefones quando acontecer algun episódio não exite em me ligar pode ser em qualquer horário.
Ao sair da sala me senti mais aliviado a medicação fara efeito e tudo voltaram ao normal. Só preciso de musica e ler alguma coisa. Mas me pergunto se Helena era real e o que é realidade afinal? chega de matrix. pelo menos ainda não fui taxado de esquizofrênico, psicopata talvez, mas não esquizofrênico de alguma forma há de ver o pior das coisas com humor.
- Thiago – e a voz do escuro da noite reverberou


Leia também
Lembra? há 4 horas

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 9


Principio há 4 horas

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 8


Viandar há 4 horas

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 7


Fluxo do tempo. há 4 horas

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 9


Sou há 4 horas

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 8


Ame...! há 4 horas

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 6