Continho moralista

18 de Setembro de 2013 Fernando Lancaster Contos 814

Era uma vez, um arquiteto rico. Profissional, sabia das coisas. Era muito inteligente e construía grandes edifícios. Prédios imensos e magníficos, mansões requintadas e extremamente decoradas e inclusive monumentos históricos.
E, dentro desses locais, se encontravam muitas, mas muitas pessoas. Mas as pessoas viviam tristes e melancólicas. Toda a complexidade do projeto do arquiteto rico causava nele próprio e nas pessoas que frequentavam suas obras uma complexidade existencial, que gerava tristeza.
Era outra vez, (mas no mesmo mundo) um arquiteto pobre. Também profissional, como o outro. Fazia obras bonitas, porém muito mais simples. Trabalhava e favelas, áreas e mais pobres e cortiços. Projetava por amor e não recebia nada por isso. Era tudo de graça.
Em suas construções, do mesmo modo que no outro, frequentavam muitas pessoas. Mas essas eram felizes. A simplicidade dos edifícios se refletia no simples modo de viver deles e do próprio arquiteto.
O arquiteto rico era pobre.
O arquiteto pobre era rico.
Em felicidade.


Leia também
O PERDÃO DE DEUS há 2 dias

Todos estão afastados de Deus por causa do pecado, Deus sempre buscou u...
denilson Mensagens 21


A OBRA DO ESPÍRITO SANTO EM RELAÇÃO A IGREJA há 2 dias

Habita na igreja como seu templo, É derramado como chuva sobre a igreja...
denilson Mensagens 22


Tribulações dos Santos e os Livramentos Divinos 2 há 2 dias

As Tribulações dos Santos e os Livramentos Divinos – P2 Por Charles H....
kuryos Artigos 19


Tribulações dos Santos e os Livramentos Divinos 1 há 2 dias

As Tribulações dos Santos e os Livramentos Divinos – P1 Por Charles H....
kuryos Artigos 27


A OBRA DO ESPÍRITO SANTO EM RELAÇÃO AO CRISTÃO há 2 dias

Habita em todo verdadeiro cristão e convence o pecador do seu pecado, R...
denilson Mensagens 18


MEMBROS DO REINO DE SATANÁS há 2 dias

As características dos membros do reino de Satanás, Adotam a increduli...
denilson Mensagens 24