O Escuro da noite - Parte VI

24 de Setembro de 2013 FKarvalho Contos 890

Esperando por mim
(Destruição – Parte 6)

" Quando tudo está perdido, Sempre existe um caminho
Quando tudo está perdido, Sempre existe uma luz"

Via Láctea – Legião Urbana
//abre.ai/sHE

Estava Confuso e perdido Dr Lopez dirigia com o pesar em sua face. Como se algo o incomodo-se. Eu me sentia distante meus olhos não desgraudavam do rubi vermelho.
Preciso te levar em um lugar Thiago. – disse o Dr Lopes passando a mão no rosto em tons de preocupação.

-Tudo bem então vamos. Eu quero entender o que ta acontecendo doutor.
- eu não sei por onde começar Thiago por isso vou te levar onde tudo começou. No que você acredita Thiago? – Indagou o Dr Lopez. – No que eu acredito? Acredito em mim, no senhor, na Dani e nada alem disso. Acredito que vivemos em um mundo perdido e que temos de dar valor as pessoas que nos dão valor, amor e respeito.
- e seu te disser que existe muita mais do que nossos olhos podem ver e que o mal existe. Ele e real e é pernicioso. Ele consome tudo e destrói fazendo o homem mais honrado tombar. Eu já fui como você Thiago, eu já tentei acabar com a minha vida. Eu não via sentido era como se algo falta-se dentro de mim. Sentia incompleto. E aos poucos foi vendo que era muito mais complexo. cai nos vícios a morte dançava pra mim e eu sempre tentava acompanhá-la ate o dia em que literalmente eu vi a luz. Ela me ajudou, me levantou, disse que éramos irmãos e que fazíamos parte de algo maior, algo alem do tempo, espaço realidades. E depois conheci seu pai ele me guiou por um caminho sombrio me tirando desse mal. E quando ele faleceu eu jurei proteger o legado dele. Você Thiago, mas o que ocorreu era inevitavel, você pertece a ela Thiago. Mesmo não aceitando e da sua natureza aceitar Tersalia.

- como Assim Dr. Lopes, o senhor esta enlouquecido! Alterou a voz Thiago. – Não Thiago apenas sendo sincero, não posso mais esconder a verdade de você. Farei o impossível e ela nunca vai conseguir você Thiago eu vou fazer de tudo para impedir. Por isso eu te trouxe aqui.
A conversa fez o tempo voar e quando percebi estamos diante de uma sinagoga. O doutor desceu do carro e em seguida fiz o mesmo. Olhei em volta os muros altos e um grande portão vazado escondia símbolos estranhos. A lua refletia os detalhes em prata que orava todo o prédio em volta dando um tom azulado.

- É aqui Thiago. Esse e o legado do seu pai. Oonde estamos Doutor? Parecia que não havia escutado a minha pergunta seguiu o caminho do portão o abriu e o adentrou.


Enquanto Dr. Lopes abria a porta da entrada pricipal. Eu comecei a observar em volta e realmente era bonito o local mas um quadro com um texto na parede me chamou

“ Os gêmeos. A dualidade, o frio e o calor, a noite e o dia, O bem e o mal. Mas quando se vive em planos além da criação percebe-se que a maioria desses paradigmas são relativos. Fazendo emergir o elemento, o principio, as forças primitivas, os primordiais, seja bem vindo ao Arco da Casa dos Espíritos”

- Arco da casa dos Espíritos, o que e isso Dr. Lopez.
- Em breve você vai entender garato. Tudo em seu tempo. Agora venha!
Ele abriu as portas adentramos e para meu deleite era uma lugar belíssimo também ornado em prata como por fora um arco cruzava o salão fazendo uma espécie de ponte embaixo da arco um circulo Grande, cercado por candelabros

Quanto mais me aproximava o vento aumentava, a resistência ficava maior, mas aparente era apenas eu que sofria essa resistência. Dr. Lopez caminhava normalmente.
- Calma Thiago ele ainda não te aceitou! você ainda faz parte de Tersalia. Mas iremos da um jeito nisso. Fique aqui.

- Doutor seguiu ate o circulo, fez uma reverencia ao circulo falou algumas palavras que não compreendi e entrou. Começou a proferir palavras sem nenhum entendimento para mim, o vento comçeou a aumentar. E cada vez que ele aumentava o tom de voz o vento aumentava junto, senti medo e curiosidade o que era aquilo que estava acontecendo, de certa forma parecia natural para mim. Sabia que algo ali era familiar mas não me lembrava exatamente o que deveria lembrar. O vento parou e os sete candelabros em volta do circulo acenderam magicamente com chamas azuis cobalto e extremante fortes, fiquei impressionado e esperando que o doutor disse-se algo. Os meus olhos não acreditavam no que estava vendo, vultos translúcidas em cores fortes ultrapassava o arco e quando pisavam no circulo assumiam uma forma aparentemente solida, varias formas passaram pelo arco e conversavam com o Dr. Lopes. Mas o que vi era surreal alem de toda a minha crença para o meu espanto a ultima pessoa que atravessou o arco foi meu pai.


Leia também
Domingo,pede carinho… há 12 horas

Os últimos acordes do domingo,mas sempre ao lado de quem amo... Namorada...
anjoeros Poesias 5


"Vou chorar" há 14 horas

A partir de hoje vou chorar todas as noites Agora que te fostes do meu la...
joaodasneves Poesias 10


Honrando o Sumo Sacerdote há 14 horas

Se nos entregarmos à conduta desse sumo sacerdote, se por ele somente nos ...
kuryos Mensagens 7


FRANCO-CANADENSE - Des-História Universal há 15 horas

FRANCO-CANADENSE Desenharam um país de costa à costa À revelia entã...
ricardoc Sonetos 5


FRANCO-CANADENSE - Des-História Universal há 15 horas

FRANCO-CANADENSE Desenharam um país de costa à costa À revelia entã...
ricardoc Sonetos 5


Oração ao Anjo da Guarda… há 16 horas

A fé é algo que aprendemos desde pequenos. Eis a importância de mostrarm...
anjoeros Poesias 5