Ela está em qualquer coisa como a luz e a vida.

09 de Novembro de 2013 Elisergiopoeta Contos 762

Amanhecia, revelava-se um dia lindo, os raios do sol divergiam-se por entre as falhas nas telhas e quando na parede se convergiam, formavam uma imagem, o apaixonado a olhava de todos os ângulos e claramente via, lá estava ela, sua amada.Ele ficou a observar, e indubitavelmente cada vez mais nítida a imagem dela, seu amor, o apaixonado conseguia visualizar. Mas, havia momentos angustiantes, quando passavam-se nuvens pelo sol, interrompendo a trajetória do raios, deformava-se a imagem dela, deixando o apaixonado pirado.E assim ficou durante todo o dia, quanto mais incidentes eram os raios do sol, mais bem clara a imagem da sua amada, o apaixonado via, o que fazia viver uma grande alegria, porque o amor que sente por ela é tão grande que ele a ver em qualquer coisa como a luz e a vida.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
A Humildade nos Cai Bem há 3 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 7


Fuga da Inspiração há 4 horas

Preciso terminar um poema que comecei numa empolgação danada... Dep...
a_j_cardiais Poesias 39


Um Dilema há 5 horas

Estou aqui reclamando da minha "vidinha", enquanto tem alguém por aí que...
a_j_cardiais Poesias 37


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 6 há 8 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 12


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 5 há 8 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 9


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 4 há 8 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 10