Socorro!

23 de Julho de 2011 Olavo Ataide Contos 956

Estou cansada de quase tudo isso aqui. Nunca fui de ter muita paciência... haha, muita? Nunca tive nenhuma, qualquer espera é um tormento. Sempre foi. Mas hoje está pior...merda! Me queimei com o cigarro. Sou tão idiota que não consigo prestar atenção na porra do cigarro enquanto escrevo e acabo me queimando. Outra coisa que não consigo: Manter atenção em duas atividades diferentes ao mesmo tempo. Dizem que as mulheres têm essa habilidade... eu não.
Porcaria. Sábado. Noite. E o que eu tenho?
Ia começar a citar as trocentas coisas que estavam a minha volta, mas estou com preguiça, o importante é o papel, o cigarro e uma garrafa de vinho quase vazia. Nossa, mas eu to realmente muito cançada. Não fique pensando de eu corri meia maratona eu fiz alguma coisa útil... não, essas coisas não são do meu feitio. Cansada da vida, sabe? Mas que conversinha boba, né? Quem não tá cansado da vida? Todo mundo está, só aquelas pessoas que estão felizes e radiantes o tempo todo é que não. Acho que esse é o tipo de gente que eu mais odeio. Gente que consegue ser simpática logo depois de acordar (ser simpática já é uma vitória)... não tenho paciência pra eles, minha vontade é vê-los nos velórios de duas mães só pra ver se eles choram como eu.
Mas que porca eu sou, reclamando dos felizes porque não consigo ser.
Ok, isso não tem importância agora.
(Fui buscar o resto do vinho pensando no que tem importância agora e cheguei a conclusão que não é nada). Estou completamente na merda. Triste quando se constata uma coisa como essa.
Por que eu to escrevendo isso mesmo? Ah é, esqueci de mencionar que está faltando energia no bairro todo, me segurei com todo o empenho no pensamento positivo para a bateria do notebook durasse mas tempo, mas aquela porcaria desligou em 20 minutos. Não sei onde está meu celular na bagunça desse apartamento, deve estar sem bateria. Não sei o número de absolutamente ninguém decorado... mas pra quem eu ligaria num sábado a noite? E pra quê?
- Ah, eu queria falar uma coisa com você.
- Fala...
- É, estive pensando naquele outro dia e...
- Fala logo, por favor, to com um pouco de pressa.
- É que você não ligou depois daquele dia e...
Era nessa hora que ele desligaria.
Estou ficando com fome. O vinho acabou. Merda! Não consigo cozinhar nem com todos os eletrodomésticos ligados imagina sem luz... mal consigo escrever com essa porcaria de vela.
Não quero mas ficar nessa situação... cansei. Quer dizer, olhe pra esse apartamento, olhe pra mim, olhe para a minha vida! Sou um desperdício de espaço e uma sugadora de oxigênio que só polui e não contribui em nada para ninguém.
Triste é analisar e ver que você não faz diferença para ninguém.
Que fome!
(Duas horas se passaram. Encontrei cheetos no meu quarto. A eletricidade ainda não voltou. Merda).
Ligaram para cá há 5 minutos, corri para atender tão desesperada que quebrei um abajur, agora a sala está cheia de vidro quebrado e nem consigo ver... ótimo. E, ah, era só o porteiro falando que a companhia elétrica disse que estava resolvendo, mas que talvez demorasse.
Queria PELO MENOS ter um pouco de sono. Só faltam 3 cigarros para acabar tudo e aí já não vou ter mais absolutamente nada para fazer fora continuar escrevendo. Cansei disso também, vou parar.
Não parei. Os cigarros acabaram, não tenho mais nada pra fazer! AAAAAAAH! Eu realmente gritei, talvez algum vizinho venha aqui.
Ninguém veio. Merda!
Ninguém veio, ninguém se importa. Agora estou chorando... porcaria, molhei o papel! Agora que estou chorando descontroladamente não sei mais o que fazer, o que escrever.
Estou tão triste, tão sozinha, tão perdida, tão... Ah, cansei.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
O BURACO há 3 horas

O menino corria, empurrado pelo vento, empinando a pipa que o pai fizera p...
madalao Mensagens 9


UM GATO NO ESPELHO há 18 horas

Um gato, parado diante do espelho do quarto de sua dona, discutia com...
madalao Infantil 17


Tudo junto e misturado há 1 dia

Tudo junto. Misturado. Animado. Apaixonado. Completamente dado e entreg...
anjoeros Poesias 17


Quando senti vontade de amar... há 1 dia

Prefiro ser acusado de amar demais do que ser reconhecido por ser aquele q...
anjoeros Poesias 11


Meu café há 2 dias

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 16


Ao pé do ouvido há 2 dias

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 17