Garota de Aluguel

07 de Dezembro de 2013 Mark Diaz Contos 1300

Aline morava do lado da minha casa e eramos amigos desde que me lembro, até me matriculei na escola onde ela estudava. A gente brincava de ser feliz e de jogos proibidos, quando se é criança não se tem vergonha de nada.
Lembro do seu sorriso doce e do brilho que ela tinha no olhar, mas não vi nenhum dos dois quando a vi depois de alguns anos em uma Avenida qualquer, parada em uma esquina, com um batom exageradamente vermelho estampado nos lábios e aquela expressão de quem não tem nada há perder. uma jaqueta de couro falso, mini-saia e meia-calça rasgada. Fumava um cigarro de filtro vermelho indicando uma certa independência. Senti que podia Salva-la, devia.
Passei por la algumas outras noites até que criar coragem para parar o carro e abaixar o vidro. Ela se inclinou e se encostou na janela, depois de uma ligeira "negociação" ela entrou no carro e fomos para um motel não muito longe.
Quando chegamos la eu me sentei em uma cadeira (o que ela achou estranho). Me perguntou se eu era algum tipo de maniaco ou algo parecido, respondi que não e a paguei, ela pediu pra acender um cigarro e se escorou na janela. Disse quem eu era, ela pareceu feliz em ver alguém que a lembrava de um tempo melhor. Conversamos algum tempo e disse o motivo de eu estar ali, que queria ajuda-la, tira-la dali, que ela podia contar comigo. Tive uma resposta inesperada.
- Quem você pensa que é Rodrigo, pra me dizer como viver? Não sou nenhuma "Cinderela" esperando um príncipe pra me salvar.Eu não vendi meu corpo, só o meu tempo. Estou muito bem onde e como estou, obrigada. Eu sei como é se sentir degradada, eu senti no isso no chão da fabrica onde trabalhei tempos atras. Eu só tomei o controle da minha vida, qual o problema? Pode voltar pra sua vidinha bem sucedida, esposa, filhos, emprego, carro do ano. Aqui fora o mundo é uma selva, e cada um se vira como pode. Você acha que eu estou na pior? Eu já vi a pior, na pior não tinha um teto pra dormir, comida na dispensa, água quente no chuveiro. pegue a sua necessidade de ajudar as pessoas e ligue pra alguma dessas instituições que ajudam crianças com câncer e doe 50 reais por ano. Pronto você salvou uma vida, já pode dormir de consciência limpa Herói. Sabe qual é a verdade Rodrigo, Gente como você cospe em pessoas como eu, vocês gostam de nos ver exatamente onde estamos, embaixo de vocês, vocês nos veem nas ruas, nas favelas, nos noticiários e a unica coisa que pensam é "Graças a Deus não sou eu".- Ela olhou no relógio e disse - Sua hora acabou.
Ela pegou a bolsa e foi embora. Eu não podia acreditar no que aconteceu naquele quarto. Aquela foi a ultima vez que eu conversei com Aline.
Alguns meses depois, cheguei em casa depois de um dia de trabalho e enquanto minha esposa punha a mesa na cozinha eu liguei a TV e vi uma noticia sobre outra vitima de um Assassino que vinha agindo na região do centro. Dessa vez a vitima era uma prostituta, foi encontrada amarrada em um quarto de motel bem parecido com o que estive com Aline. Na parede escrito em sangue, um recado:
"Obrigado por seu tempo".

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Equação do Amor há menos de 1 hora

Corre pra mim... Talvez eu ainda não saiba o que é o amor; Não tenha ...
a_j_cardiais Poesias 29


Qual é a Nossa Parte? há 8 horas

O conceito arminiano de que devemos fazer a nossa parte para que Deus pos...
kuryos Artigos 5


"Lagrimas" há 11 horas

Um silêncio triste e profundo Uma lágrima caiu Na tarde fria, e escura ...
joaodasneves Poesias 6


Realidade, Deixe-me Sonhar há 11 horas

Ah, realidade, realidade... Você não respeita minha privacidade. Vo...
a_j_cardiais Poesias 27


"és nada" há 16 horas

Como me pude apaixonar De um alguém como tu Passado pouco tempo pude con...
joaodasneves Pensamentos 8


"Ela mora" há 16 horas

A minha unica paixão é a solidão, ela vive na minha casa, e mora bem ...
joaodasneves Pensamentos 9