Dona Maria e o`` pecochinho`

10 de Dezembro de 2013 KINHO PAIXÃO Contos 1296

Esse conto é dos velhos tempos,tempo em que o bolsa família era uma enxada bem afiada

e que o chuveiro esquentava porque a água  passava por um cano dentro do fogão de lenha.

O povo tinha pouco acesso a informações,poucos tinham tv,internet  nem no sonho e aí 

 o pessoal não tinha muito oque fazer e advinha ,a noite era para fazer amor ou fazer neném.

E a pobre dona Maria já estava com cinco crianças pra cuidar em apenas seis anos de casada

e já desconfiada de uma nova gravidez,resolveu procurar por um médico,

O médico da cidade era o doutor Horácio,um senhor   com muita experiência que já foi perguntando.

-dona Maria a senhora está gravida de novo?não está  fácil criar filho mulher? e ela de uma forma bem simplória

respondeu ao doutor.

-Eu falo pro Tonho meu marido tomar cuidado doutor,mais aí ele vem  e começa morder meu`zuvido,

com aquela cara de pidão,bem carinhoso,vem `bejando meu pecochinho` e aí dotor já sabe no que dá,´`óia eu de barriga otra veiz `

Doutor Horácio continuou  a consulta meio perplexo com a sinceridade  da dona Maria e disse bem baixinho

pra ela não ouvir.-Eta povo sem juízo meu Deus....

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
ACONTECIMENTOS há 6 horas

ACONTECIMENTOS Em face das recentes desventuras, Que tenho atravessado...
ricardoc Sonetos 9


Cultivando Observações 2 há 15 horas

Vivo colhendo frutos, que a sociedade não se importa. Minha vida é uma ...
a_j_cardiais Poesias 26


Conflito Interno há 15 horas

Está tudo aí para eu escolher sobre o que escrever... Existe um vazio d...
a_j_cardiais Acrósticos 24


Grito Escandaloso há 15 horas

Tirem o martelo do meu caminho... Meu juízo é perfeito apesar do defeit...
a_j_cardiais Acrósticos 27


Bom dia! há 16 horas

"Um bom dia ajuda a motivar a vida das pessoas e acima de tudo, um bom dia ...
anjoeros Artigos 8


Tudo o que agora me desfaz. há 18 horas

Cheio de um pleno vazio sobrenatural! Uma saudade não tida em outros carn...
elisergio Sonetos 11