Aprendendo a namora

05 de Janeiro de 2014 Bruna Contos 1325

Oi meu nome é Cristal Fagundes tenho  20 anos e vou contar como conheci pela preimeira vez o amor da minha vida. Foi em um belo dia de verão quando resolvi passar meu fim de semana na casa de praia da minha tia, minha mãe tinha duas filhas mulher e um filho homem e dos três filhos dela eu era a unica que nunca namorei (não significa que eu nunca beijei antes).

Resolvemos fazer uma festa na praia e minha tia convidou todos os seus amigos, e um desses amigos me chamou a atenção, ele era alto mas ou menos 1,73 de altura, um corpo bombado, cabelos loiros e olhos azuis sua idade era na faixa de 28, 29 anos, como eu não sou boba fui perfguntar para minha tia qual era o nome daquele deus grego e ele me perguntou se eu estava afim dele e eu respondi que sim é claro então ela falou que se chama Luíz de Souza Filho. Aquele homem tinha conseguido fazer meu coração sair pela boca do nada, eu não sabia o que eu estava sentindo na verdade, a festa estava quase acabando quando aquele deus grego, quero dizer o Luíz veio em minha direção e me convidou para sair com ele, eu aceitei o convite então fomos á um restaurante que havia ali perto, depois de jantarmos voltamos a casa de praia onde a festa ainda estava rolando elá mesmo ele me beijou senti uma sensação de medo e de prazer ao mesmo tempo mas me controlei é claro e não demonstrei meu medo para ele. qunado terminamos de nos beijar ficamos um olhando para o outro então fomos de encontao a minha tia para contar o ocorrido e lá mesmo ele pediu minha mão em namoro para minha tia, eu tive uma maior sorte por que um homenzão daquele ficou comigo ou melhor ainda me pediu em namoro.


Leia também
"Grande Amor" há menos de 1 hora

Sabes do sol que brilha lá no céu? Sabes dos ventos, cá na terra, vento...
joaodasneves Poesias 4


Minha essência é a eternidade. há 10 horas

Manhã cinza dia tão estranho e ruim, Paira no ar uma sensação de fraca...
elisergio Sonetos 6


LAMPEJOS há 10 horas

LAMPEJOS Eu pouco a pouco volto à realidade. Ao acordar, lamento antes...
ricardoc Sonetos 7


Deixe Esse Amor Crescer há 1 dia

Deixe esse amor crescer... Ele está brotando em um coração árido. De...
a_j_cardiais Sonetos 37


Ás palavras não são mais meu legado. há 1 dia

Fiz-me silenciar por que te perdi! Tu me revogara a licença concedida, D...
elisergio Sonetos 8


Não há o que comemorar. há 1 dia

Não há de fato o que comemorar! A virgem do sertão não é independente...
elisergio Sonetos 7