“Você é a causa do mal, o princípio de tudo, o motivo do caos que você tanto odeia.”                                                               Fruto Sagrado
Bem fundo em minha alma
Mora uma fera atroz
Um monstro que reflete a minha imagem
Vive acorrentado, amordaçado e trancafiado
Ainda assim ouço o seu rugido
Sinto sua fúria
Vejo sua ânsia em me dominar
Vigio constantemente
Ponho sentinelas em sua porta
Reforço os grilhões
Se ele consegue escapar
Destrói partes de minha alma
Machuca as pessoas que gosto
Transpassa o meu coração com culpa e remorso
Envenena meus sentimentos
Polui meus pensamentos
Luto todos os dias com meu inimigo interior
Para mantê-lo preso e ineficaz
Nego-me a alimentá-lo
Deixo-o fraco e sem ação
Tento livrar-me dele
Mas é em vão
Ele é parte de mim
Que vou neutralizar até o fim