Muitos o achavam um antissocial; outros, excêntrico. Havia, ainda, aqueles que o consideravam simplesmente maluco.

Fato é que o homem vivia inescapavelmente ocupado conversando com suas camadas. Passava noites e dias travando homéricas discussões internas e fazendo, de sua sina, criativa diversão com os vários de si — compondo homenagens às ricas contradições do que é humano.

O resto do tempo, interagia com os outros.




- - -
www.homensqueamam.blogger.com.br