" E se... "

06 de Agosto de 2011 arline s. Contos 1056

Talvez ao olharem, não darão nada em comum entre eles. Além de ter pertencido a ela, de uma forma ou outra. Sabemos; Que ao um sair de sua vida, logo outro entrou. Foi rápido; ríspido. Nem deu tempo dela planejar um outro homem, outro amor, idealizar; não deu. E foi nessa confusão que o outro apareceu. Nessa ordem, um saí e outro entra. E o que ela iria fazer? Negar? Negar por que? Se ambos se acomodaram em sua vida de uma forma tão singela que nem dava pra negar. Negar como? Negar foi a ultima coisa que ela fez, embora tenha se arrependido logo em seguida. O que ela ainda não havia entendido era o motivo deles terem olhos tão diferentes e olhares tão iguais. Ela não imaginava motivos da existência do outro na vida dela, mas ela podia contar. Ela era a escritora, narradora, tradutora e atriz dessa história. Ambos aparentemente diferentes, altura diferente, sorrisos e estilos de vida diferentes. Era homem, com atitude de menino que não tinha aparentemente nada - em vista - em comum. Talvez teria sido ela a unica a perceber? De tanto notá-lo talvez tenha sido mesmo. Ele entrou na vida dela com um único intuito: Deixa-lá mais confusa do que ela já é. Conseguiu claro, aparentemente conseguiu quase tudo dela, menos ela de verdade. Por medo, falta de entrega dela, dele. Mas ele sumiu de sua vida assim; como quem deixa saudades. Como quem vai sem terminar o "tchau". Sem sentir falta ou fingir, como sempre. Um vai, outro volta, o outro volta quando o outro vai. Fazendo do coração dela uma constante confusão. Por que, por que? Será mesmo que eles não se conhecessem e não combinaram de deixá-la assim? Acompanhados desse "E se.." que ela carrega dentro dela toda vez que lembra desse mal resolvido que foi a existência dele na vida dela. Hoje ela não tem muito pra dizer sobre isso. Ela evita, ele é igual. E é aí que ele fica, nesse vai e vem na vida dela que já até acostumou com a ordem que entra - de novo - em sua vida. Mas é tão igual... que ela o evita! Porém, sente saudades, pois para o amor, ela só tem a eternidade.


Leia também
Circunstâncias há 15 horas

Não quero me perder, procurando a perfeição... Ser perfeito em quê? ...
a_j_cardiais Sonetos 38


"A maldade" há 1 dia

De que me serve escrever, inventar, sonhar sem pensar No meu interior me a...
joaodasneves Poesias 8


"Não sei" há 1 dia

Hoje tenho vontade de rir Mas também tenho vontade de chorar Ja nem sei ...
joaodasneves Pensamentos 5


Domínio do Pecado ou da Graça há 2 dias

Se é impossível não pecar enquanto estivermos neste mundo, por que J...
kuryos Mensagens 19


Ventinho Delicado há 3 dias

Uma mulher passa com seu rebolado... Um ventinho delicado faz seu vestid...
a_j_cardiais Poesias 55


Mortos Vivos, Vivos Mortos há 3 dias

O que é viver? Tem gente que tem tudo, e não se sente feliz... Fica as...
a_j_cardiais Poesias 56