E quando o mundo parar?

09 de Abril de 2014 Luis Henrique Kolba Contos 732

     Acredito que nem um ser humano e totalmente frio é feito
de ferro e tem o coração de pedra, que é totalmente inabalável e que nada,
absolutamente nada, meche com ele, tenho em mente que, não podemos suportar o
mundo em nossas costas por muito tempo, podem se passar anos, mas nunca dura
para sempre.



     Um dia simplesmente podemos acordar olhar para o teto de
nosso quarto, e ainda ali deitado, ficar pensando em tudo, na vida toda e por
todos os caminhos que passamos, onde erramos e onde acertamos exatamente cada
detalhe dela sem a mínima vontade de levantar da cama. Então nos damos conta
que se não levantarmos, o mundo continua a girar e que o tempo esta passando,
mesmo o nosso pensamento tendo durado uns míseros minutos, perto da turbulência
que dura nossa vida, este tempo serviu para acalmar a mare de pensamentos
pesados de nossas mentes e nos impelir para frente para um novo dia.



     Mesmo sendo o mundo tão difícil e complicado, temos que
continuar em frente, devemos continuar apesar de todos os roubos que
vivenciamos cada dia, a violência na beira de nossas portas ou ate dentro de
nossas casas, este mesmo mal atingindo nossas famílias, amigos e vizinhos, e no
final, notamos que ninguém esta livre desse mau, disso que estraga nossos dias
e nossa vida, mas que no fim nos ensina uma lição mais que importante, que devemos
superar todo o mal, pois ele sempre estará à espreita, nas escolas, faculdades,
nas ruas, em bares, em lancheiras... Em todos, e nunca é previsível, pois e
nunca se sabe o que tem na cabeça de cada um.



     Se formos parar para olhar ao redor, e procurar no mundo
inteiro, poderá se notar que a criminalidade esta em cada canto, junto com as
drogas, junto com roubo, assalto, subornos e tudo mais que se pode imaginar,
isso tudo se encontra tanto nos outros países como no nosso, em cada bairro,
rua e esquina, se pararmos para observar de verdade, acabamos por virar reféns
do medo, reféns de sair de casa, estamos sendo segurados pelos nossos medos e
angustia, e na maioria dos casos, e a nossa tolice que nos leva a acreditar que
um dia tudo poderá ser perfeito.



     Nos tentamos ter mais segurança, tentamos viver em paz,
tentamos não ter medo de sair na rua, medo de ser assaltado, medo de morrer
logo na próxima esquina, ou ainda medo de que um familiar nosso esteja
envolvido nesse mundo de criminalidades, mas nada fazemos para mudar essa
realidade, pois ainda continuamos o mesmo dia após dia, semana após semana, sem
nos alterarmos em nada. Então quando você acordar amanha e olhar para o teto, e
ouvir um estalo na sua mente, lembre-se disso, a mudança não começa quando nos
esforçamos para mudar o mundo... Ela só começa quando nós nos mudamos para que
o mundo mude por si só, pois e se todas as pessoas olhassem mais para sim em
vez do próximo, o mundo não seria tão ruim assim. 

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Sintomático há 2 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 25


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 2 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 66


"Bailei com a solidão" há 2 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 15


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 30


Perseverar Até o Fim – Parte 2 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 13