Eu era investigador criminal,procurava um suspeito chamado Carlos De La Noya,até hoje ninguém conseguiu prender o cara que tanto atormentava a população de Shag-Shag de 78mil habitantes,principalmente já tinha matado quase 90%da população dessa cidade.Meu amigo foi procurar pistas,pois me ajudava muito nesse sentido e como consequencia era fácil de ser resolvido todos os casos desse tipo de investigação criminal.

 Ninguém tinha a mínima noção de alguma futura pista de Carlos De La Noya,foi-se então fazer um horário para ver se ele agia nesse período,porém começaram a aparecer as pistas do procurado;primeiro foi 3 mortos em um motel e tudo isso em menos de 48horas!!!! 

O caso foi ficando cada vez mais complicado porque essa pista possuía 2homens e uma mulher nesse mesmo motel,mas,a segunda pista veio como se fosse num relance,gostava de bolos de aniversários,biscoitos e objetos sexuais comestíveis,então a situação cada vez mais gritante do normal foi ficando meio que cada vez em dúvidas.Eu,um dia,tomando café tranquilamente naquele bar GHORFADÉ,vi movimentos esquisitos em um supermercado ,pessoas saindo do estabelecimento atormentados,correndo sem destino,então percebi que era um garoto que estava assaltando aquele lugar,porém não deduzi nada apesar das pistas estarem expostas o tempo inteiro e tentei fazer com que o garoto abaixasse a arma e pedisse rendição:

 -Garoto,abaixe essa arma!

 -Não,vou matar todos inclusive você!!!

 Nem tinha como fazer nada,só esperar que o reforço chegasse para que pegasse ele por trás ,para pegar a arma e enfim,acabar com esse assalto de uma criança. 

Passavam mais de 7horas a arma apontada para mim,sendo como refém e ele começava a ter sinais de fome e sede,nas quais foram mais fáceis de deter o garoto.

 E falei com ele:

 -Vou levar você para a casa de menores,lá  você vai aprender a ser gente!

  Na hora que eu vi quem eu estava prendendo:era o Carlos De La Noya de apenas 12anos!!!!Ele era amargurado da felicidade dos outros,a ambição do poder ser melhor fez dele um criminoso,até entrar para fazer relações sexuais mais cedo do que a idade permitia,pelo fato que ele era simplemente só,adotado pela rua. 

Essa foi a supresa da minha vida.

 Carlos De La Noya então foi exterminado e executado a tiros da mesma forma que gostava de fazer com aquela cidade Shag-Shag.